fbpx

Carol domina o prêmio dos Críticos de Nova York, mas Cate Blanchett não é a melhor atriz

 data-srcset

Os prêmios dos Críticos de Nova York são os mais prestigiados, o lado do National Board of Review, nessa época de premiações. Com isso, vários de seus escolhidos como os melhores do ano divergem dos escolhidos do Oscar, por exemplo. Mas, mesmo assim, o índice de vencedores em ambos de 43 % segundo o site Deadline. No último ano, os únicos premiados iguais foram os coadjuvantes (J.K.Simmons e Patricia Arquette), o filme estrangeiro – Ida –  e o documentário para Citizen Four.  Os Críticos escolheram Boyhood: Da Infância à Juventude enquanto o Oscar elegeu Birdman como melhor filme. Como será que vai ser este ano? Hoje, 2 de dezembro, a Associação anunciou seus vencedores e com isso já começamos a ter uma ideia do panorama das premiações este ano

Filme – Carol

Diretor – Todd Haynes – Carol

Fotografia – Carol

Roteiro – Carol

Os Críticos de Nova York amaram Carol, certo? O filme, que estreia em janeiro no Brasil, tem um visual lindo, a trilha promete,  e Cate Blanchett parece perfeita, como sempre, no trailer. Mas, dessa vez, ao contrário do que se imaginava, ela parece que não será aquela unanimidade de outros anos.

Ator – Michael Keaton  – Spotlight

Depois de um ano de grandes vitórias com Birdman, parece que Michael Keaton está consolidando sua nova fase de bom ator. O elenco de Spotlight já havia ganhado um prêmio especial nos Gotham Awards essa semana (veja aqui – http://www.blogdehollywood.com.br/premiacoes/todos-os-vencedores-do-premio-gotham/). E agora mais esse. Wow!

Atriz – Saoirse Ronan – Brooklyn

Não sou grande fã de Saoirse, mas sua atuação em Brooklyn, como uma imigrante que chega a Nova York nos anos 50, vem sendo muito elogiada. Parece que este ano será muito diferente do último, quando Julianne Moore levou quase todos os principais prêmios para casa na categoria.

Filme de Estreia – O Filho de Saul

Filme Estrangeiro – Timbuktu, da Mauritânia

Como sempre, O Filho de Saul vem ganhando todas. Desta vez foi como filme de estreia enquanto o melhor filme estrangeiro foi Timbuktu, que concorreu ao Oscar no ano passado (e perdeu). Por isso cada vez mais, O Filho de Saul já sai com favoritíssimo ao Oscar na categoria.

Atriz coadjuvante – Kristen Stewart – Acima das Nuvens

Quem diria não? A maioria dos críticos odeia Kristen Stewart mas mesmo assim ela levou o prêmio com o papel que já havia lhe dado um César, o Oscar do cinema francês. Será que vem uma indicação ao Oscar também? Parece cada vez mais provável…

Ator coadjuvante – Mark Rylance – Ponte dos Espiões

Mark Rylance é um ator premiado de teatro, e sua atuação realmente chama a atenção em Ponte dos Espiões, que, aliás, eu gosto muito. Mas meu único senão é que, para quem o viu na minissérie Wolf Hall, ele parece um pouco repetitivo.

Documentário – In Jackson Heights

Animação – Divertida Mente

Acho que essa vai ser a maior barbada do Oscar. Mas eu ainda prefiro Shaun – o Carneiro. 

 

 

Existem 1 comentários

  1. Kristen Stewart ganhar prêmio com seu trabalho sem graça ao lado de Juliette Binoche (maravilhooooosa) em Acima das Nuvens? Não dá pra entender esses críticos. Aliás, o filme vai bem, Kristen some na metade sem a menor explicação, e o final é chato.

    Resposta
  2. Cate continua unanimidade, mas – diferente de Blue Jasmine – ela parece que vai ter forte concorrencia esse ano. Ps. Stewart some no final do filme e não na metade. E ela estar em pé de igualdade com Binoche, que é a protagonista.

    Resposta
  3. Uma coreção: os críticos odiavam Kristen Stewart. Depois de Still Alice, Camp X Ray e Acima das Nuvens, ela ta virando (quase) uma queridinha da imprensa e merecidamente…

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *