fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Streaming

Os dois lados da história de Bonnie e Clyde

Já faz quase 100 anos que Bonnie e Clyde, um casal assaltante de bancos, fez história nos Estados Unidos. Mas a história continua a ter apelo. Chegou até a virar uma minissérie há alguns anos. Emile Hirsch e Holliday Grainger faziam os papéis principais. Ela está disponível atualmente na Claro Vídeo e no Now. Ainda não a assisti. Mas, vi recentemente o filme Estrada sem Lei, que está disponível na Netflix. Ele vê o outro lado da história, dos investigadores que conseguiram pegar os dois bandidos. Minha dica aqui então é fazer um programa duplo. O lado dos policiais de Estrada sem Lei, e o lado de Bonnie e Clyde, no clássico filme de 1967, que está na HBO Max.

Estrada sem Lei – Netflix

O filme é de 2019 e tem nos papéis principais Kevin Costner e Woody Harrelson (também produtores). Eles fazem os papéis reais de Frank Hamer e Maney Gault. Os dois policiais aposentados quando Bonnie e Clyde começam sua onda de assaltos e assassinatos. Só que o FBI e a polícia se mostram incapazes de capturar os bandidos. É quando a governadora (Kathy Bates), mesmo a contragosto, manda recrutá-los como investigadores especiais para resolver o caso.

Esse projeto vem rodando Hollywood há muito tempo. Inicialmente seria feito por Robert Redford e  Paul Newman. O próprio Kevin Costner teria recusado o papel de Frank 10 anos antes porque não achava que tinha a aparência e a idade certas. Quando Liam Neeson desistiu do filme, 10 anos depois, ele finalmente o aceitou.

Com suas duas horas e 12 minutos, o filme é um pouco mais longo do que deveria. Mas, mesmo assim, mantém a atenção, com uma bela reconstituição de época. Até mesmo a cena da morte de Bonnie e Clyde foi filmada no mesmo local dos eventos reais. O filme deixa um certo gosto amargo, já que há fatores imponderáveis na história. Bonnie e Clyde eram heróis para o povo que enfrentava a grande depressão nos Estados Unidos. As cenas  da chegada do carro e dos corpos na cidade é terrível. Mostra claramente como as pessoas conseguem idolatrar vilões. Triste.

Bonnie e Clyde – Uma Rajada de Balas – HBO Max

O filme é de 1967 e foi indicado a 10 Oscars, inclusive filme, ator (Warren Beatty) e atriz (Faye Dunaway). Levou dois: atriz coadjuvante (Estelle Parsons) e fotografia. O filme custou a ser produzido. Diz a lenda que Jack Warner, o chefe do estúdio não gostava da história e dificultou bastante  a viabilização do projeto. Mas, Warren Beatty, que também era produtor, lutou firmemente para concluí-lo.

O filme conta a história desde o início. Bonnie Parker (Faye Dunaway) conhece Clyde Barrow (Warren Beatty) quando ele tenta roubar o carro de sua mãe. Ele é um ex-presidiário que foi solto por bom comportamento. Atraída pelo rapaz, ela o acompanha numa carreira de crimes, assaltando bancos e roubando automóveis. Logo eles formam um bando, composto ainda por C.W. Moss (Michael J. Pollard), Buck (Gene Hackman), o irmão de Clyde recém-saído da cadeia, e Blanche (Estelle Parsons), sua mulher. Logo o quinteto ganha fama em todo o sul do país.

O filme teve vários problemas com processos, inclusive de Blanche, e da viúva de Frank Hamer (no filme vivido por Denver Pyle). Isso porque Frank, o mesmo personagem de Kevin Costner em Estrada sem Lei, é mostrado no filme como um incompetente. O caso acabou sendo resolvido fora dos tribunais. Entretanto, o filme se tornou um clássico instantâneo. Tem magníficas cenas, um elenco perfeito. E até influenciou a moda da época com os figurinos de Faye Dunaway. É um daqueles filmes obrigatórios para todos os fãs de cinema.

Curiosidade

Uma curiosidade: todo lembram daquela confusão do Oscar  em 2017, certo? Quando La La Land foi anunciado como o vencedor, quando na verdade era Moonlight? Então, os responsáveis por anunciar o vencedor era Warren Beatty e Faye Dunaway, justamente como uma homenagem pelos 50 anos de Bonnie e Clyde. Rsrs, só que não deu muito certo, né?

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Premiações

O Emmy, grande festa de premiação da TV, acontece só daqui a pouco menos de um mês. Mas nesse sábado, aconteceu em Los Angeles...

Gossip

Nos Estados Unidos, o dia dos Pais foi comemorado este ano no dia 19 de junho. Foi a data em que os atores de...

Streaming

Jamie Foxx está fazendo um esforço para criar uma franquia para chamar de sua na Netflix. Em 2020, ele lançou Power, que deixava bem...

Cinema

Confesso que essa me pegou de surpresa. Emily Blunt foi confirmada no novo filme de Duro na Queda, ao lado de Ryan Gosling. É...

Streaming

Anne Heche teve uma vida complicada, cheio de altos e baixos. Teve problemas com drogas, deu escândalos públicos. Mas teve uma carreira consideravelmente interessante...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Essa semana, várias notícias sobre a Warner – com o cancelamento do filme da Batgirl – e o fim da HBO Max pipocaram nas...

Streaming

Tem muita coisa imperdível chegando no streaming essa semana. E eu já começo com dois lançamentos da Netflix. É hoje, dia 20, que estreia...

Streaming

A amizade entre mulheres é tema de várias discussões. E também de várias séries que estão disponíveis no streaming. Por isso, nesse Dia do...

Streaming

Não poderiam haver duas séries mais diferentes. Mas vida de quem escreve sobre cinema é assim mesmo. E eu gostei muito de A Escada...

Streaming

O friozinho está chegando. E a coisa boa é que  Netflix começou a caprichar mais em seus lançamentos. Tem vários filmes e séries que...

Streaming

A minha dica especial da semana de cinema é O Peso do Talento, com Nicolas Cage, que está estreando nessa quinta. Surpresa: um filme...

Streaming

Merlí Sapere Aude é uma série espanhola que meu amigo José Augusto Paulo assistiu na Netflix lá na Europa. Por lá só há uma...

Streaming

Eu confesso que não gosto dos filmes de Venom. Primeiro porque acho Tom Hardy um ator exageradíssimo. E os filmes também  não funcionam, sob...