fbpx

Aidan Turner e o apelo de Poldark

Poldark no momento não está disponível no streaming. Mas seu retorno está previsto ainda para este semestre na Globoplay. Isso porque recentemente a empresa fechou um grande acordo com a inglesa ITV Studios. Com isso, séries britânicas como World on Fire, com Helen Hunt, e Gold Digger, com Ben Barnes. Também entram nessa lista séries que já foram exibidas por aqui na TV. É o caso de Murdoch Mysteries e Poldark. Meu amigo José Augusto Paulo, que vive na Europa, está assistindo Poldark, e escreveu sobre a série.

Poldark

No Reino Unido, séries que retratam o periodo que vai das décadas finais do século XVIII até o comeco da era vitoriana no século XIX sempre tiveram um relativo sucesso de público . Novelas escritas na época, como as de Jane Austen e Charlotte Bronte, tiveram várias filmagens e refilmagens. Sempre tiveram boa audiência embora atraindo mais um público feminino.

Mas há um outro gênero. Aquele que retrata a mesma época, mas foram escritas no século XX. É o caso de Hornblower e Poldark. Estes tendem a atrair uma audiência mais masculina (talvez pelo elemento das batalhas do período). Porém , a mais recente sobre Poldark atraiu também as mulheres. Talvez pelo número de vezes em que o personagem principal aparece sem camisa…

A história

O Capitão Poldark é o personagem de uma série de doze livros escritos por Winston Graham de 1945 a 2002. Eles contam a história de Ross Poldark, natural da Cornualha, que retorna da guerra da Revolução Americana. Ele reconstrói sua vida com interesses em novos negócios . Ao mesmo tempo, faz inimigos e encontra um novo amor.

A serie é originalmente de 1975, e teve relativo sucesso. Depois foi refeita em 2015 de forma  a poder encorporar os livros escritos depois de 1975. A produção mais recente tem o irlandês Aidan Turner no papel principal. Isso gerou as chamadas nas revistas no começo, com momentos nas praias da locação. Isso transformou Turner num sex-symbol, quase como Colin Firth durante o tempo de Orgulho e Preconceito.

A Cornualha

Outra diferenca com a série de 1975 é que a tecnologia mudou. A Cornualha em si é uma das estrelas mostrada em ângulos variados e com excelentes filtros para fazê-la mais ensolarada. Lembro de artigos em 2016 que menionavam o quanto a série ajudou a aumentar o número de turistas no que é ainda uma das regioes mais pobres do Reino Unido.

Embora esteja localizada mais ao sul, o terreno rochoso e a posição, como uma flecha apontando para o Atlântico, a faz ser uma área de muito vento e mudancas climáticas bruscas. Tem um litoral, digamos, dramático, com várias alcovas que no Mediterrâneo teriam se transformado em praias de sonho . Mas com o mar frio e o vento quase constante, não chegavam a atrair muitos visitantes. A mineração de estanho e cobre, uma das bases da história, ainda é o motivo pelo qual as pessoas lembram da região.

 

A série tem personagens sólidos, uma história sem exageros dramáticos, um cenário que agrada aos olhos e um elenco idem.  Poldark não vai encantar como as versões mais hollywoodianas da época. Entretanto, por ser mais autêntica e refletindo o seu ambiente geográfico, com certeza não desagradará.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *