fbpx

A incrível história real de Crimes de Família

Os filmes e séries sobre dramas de tribunais tem grande apelo junto ao público. Eu adoro! Já fiz inclusive uma matéria sobre séries de advogados. Há algumas ótimas como The Good Wife ou Suits. Já entre os filmes, um argentino que é baseado em um fato real chegou na Netflix. E e ainda estrelado pela grande estrela Cecilia Roth, conhecida de filmes de Pedro Almodóvar, como Tudo sobre Minha Mãe. Trata-se de Crimes de Família, que tem várias reviravoltas que vão manter a atenção do público.

O filme inova ao acompanhar dois julgamentos, que envolvem a mesma filha de classe alta. Um deles,  é sobre o filho do casal, denunciado pela ex-esposa por tentativa de assassinato. O outro é a prisão polêmica da empregada da casa. A construção do roteiro de Pablo de Teso  e Sebastian Schindel é brilhante. Isso porque no início você demora para perceber os tempos dos acontecimentos. Principalmente o que aconteceu com a empregada.

A crítica

Entretanto depois da reviravolta, o filme perde um pouco a mão.  Tudo era tão bem desenvolvido no início, mas vai ficando meio morno. Parece até que os envolvidos não sabiam como terminar a história. Mas, claro, o filme tem Cecília Roth “segurando as pontas”. Uma atriz sempre intensa, não está em seus melhores momentos, mas sempre é eficiente. Outra que me impressionou foi a atriz que faz a empregada, Yanina Ávila. O personagem é difícil, podendo cair no lugar comum a qualquer momento. Entretanto a atriz apresenta uma atuação diferenciada e incômoda, portanto brilhante. Isso sem contar o garotinho que faz Santi, que é de uma naturalidade maravilhosa.

Além de tudo, Crimes de Família funciona como uma crítica social. Discute profundamente o problema da diferença no tratamento da lei entre os mais ricos e os mais pobres. Por isso mesmo, por estar tão perto de nossa realidade, é um filme obrigatório. Poderia ter sido grandioso, mas mesmo assim envolve e fica na cabeça mesmo depois de terminado.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *