fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Streaming

A divertida homenagem ao gênero policial de O W da Questão

Adoro um filme policial. Desses de investigação, num estilo Agatha Christie. Quando um amigo me indicou o filme polonês O W da Questão na Netflix, fiquei imediatamente interessada.  Mas já aviso, o filme está mais para comédia do que para suspense. Ele conta a história de Magda (Anna Smolowik). Ela é uma mãe e esposa que vive na pequena cidade de Podkowa Lesna, perto de Varsóvia.

Uma noite, enquanto passeava com seu cachorro no parque, descobre um corpo de uma mulher recém-assassinada. Mas há um fato curioso. A mulher tinha um colar em formato de ‘W’ no pescoço. Este era exatamente igual ao de sua melhor amiga, Weronika, desaparecida há muito tempo. Como Magda se declara uma leitora assídua de Agatha Christie, decide investigar o assassinato com o comissário Jacek (Pawet Domagata). Muito a contragosto dele, claro. O problema é que ela acaba se deparando com um mistério mais profundo do que imaginava.

O que achei de O W da Questão?

A história é baseada no livro de Katarzyna Gacek. É uma clara homenagem aos filmes americanos do gênero. Há menções a Hitchcock. A trilha sonora é uma mistura de várias trilhas de Bernard Herrman, mais claramente Um Corpo que Cai. O toque do celular de Magda é o tema da Pantera cor de rosa. E Jacek, inclusive, tem muito de O Inspetor Closeau. Em alguns momentos até me trouxe uma certa lembrança de um de meus filmes favoritos da vida, Golpe Sujo.

Além de se envolver com o caso policial, o filme ainda acompanha a vida pessoal de Magda. A vida com o marido imprestável, a clara atração pelo veterinário. E também como o sumiço de sua melhor amiga a afetou. É claro que o filme tem seus probleminhas. Algumas vezes, o riso é involuntário, outras a encenação é fake demais. Os vilões por exemplo, parecem de desenho animado.

Entretanto, O W da Questão é tão simpático, e com uma vontade óbvia de homenagear um gênero, que tudo é perdoável. Além disso, a fotografia  é linda, bem solar, com um belo uso das cores.  É claro que você vai precisar  entrar no clima um tanto nonsense da história. E se o fizer, aposto que você vai terminar o filme com um sorriso no rosto.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Uncategorized

Você também estava esperando muito para ver Casa Gucci? Bom, ele é o grande lançamento da semana no cinema. E vai mostar os bastidores...

Séries

Shonda Rhimes é um assombro. Ela é a mulher por trás do enorme sucesso de Grey’s Anatomy. Também criou um monte de séries com...

Streaming

Desde o primeiro momento que vi Hailee Steinfeld na tela em Bravura Indômita, virei fã. O filme, que lhe deu uma indicação ao Oscar...

Streaming

Conheço uma pessoa que adora ver séries curtas. Dessas com começo, meio e fim. É prático realmente saber que o final não vai ficar...

Streaming

A primeira vez que vi Tessa Thompson foi numa série de episódios de Grey’s Anatomy. Ela fazia a sobrinha do Webber (James Pickens Jr),...

Cinema

Muita coisa boa chegando no streaming e no cinema. Começando pelo cinema, eu já aviso que sou mega fã dos dois filmes dos Caça-Fantasmas...

Streaming

Véspera de feriado chegando e tem muita coisa boa estreando no cinema e no streaming . No cinema dois lançamentos bem diferentes. O primeiro...

Streaming

Já faz tempo que todo mundo está comentando sobre Alerta Vermelho. Afinal, é o filme mais caro já produzido pela Netflix. Também tem no...