fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A 1ª parte da trilogia da Rua do Medo é cheia de sustos e referências!

Gosto de ver quando o streaming resolve investir num formato diferenciado de conteúdo. É o caso de Rua do Medo. A Netflix desenvolveu um conceito bem interessante usando as histórias de A Rua do Medo, de R.L. Styne, o mesmo de Goosebumps. São três filmes – por enquanto – com histórias interligadas, mas passadas em períodos diferentes. O primeiro, Rua do medo 1994 estreou na última sexta. Gostei do princípio, dos sustos e também do filme.

Rua do Medo 1994 já começa com uma homenagem ao filme Pânico. Tem telefone, perseguição e uma atriz conhecida (Maya Hawke, de Stranger Things) sendo perseguida por um homem mascarado. Só que em vez de ser numa casa, é num shopping vazio. É o prólogo da história que destaca o ódio entre duas cidades vizinhas em 1994. Uma delas é a bem-sucedida Sunnyvale, a outra é a pobre Shadyside. A região tem uma longa história de assassinatos brutais que acontecem há anos. E a trama do filme tem início depois do prólogo com Maya Hawke.  Um acidente envolvendo rivais das duas cidades acontece. A partir daí um grupo de adolescentes passa a ser perseguido por um grupo de assassinos mascarados.  E eles precisam fazer de tudo para descobrir o que está por trás disso, e, claro, como impedir que os matem.

A crítica

Os atores são praticamente semidesconhecidos, mas funcionam. Há o casal apaixonado, o nerd e aqueles que providenciam o humor da história. O filme funciona, tem vários momentos de susto, suspense. Mas também alguns momentos bem nojentos (a cena do cortador de carne, por exemplo). É que na verdade isso já era esperado, afinal é um slasher movie, então… Como se passa nos anos 90, o filme é cheio de referências da época. Além de Pânico, tem também A Noite dos Mortos Vivos, Poltergeist, O Iluminado, só para mencionar algumas. Isso, é claro, sem contar Stranger Things (o final no shopping).E é impossível também não lembrar de American Horror Story 1984. Entretanto é bem provável que essa lembrança fique ainda mais forte no próximo filme. 

Isso porque nesta semana, dia 9, vai estrear o segundo filme da série, Rua do Medo Parte 2: 1978. Ou seja, vai ser um prólogo que vai mostrar a história que tem a ver com pessoa que telefona quase no final do filme para Deena (Kiana Madeira). Esta vai se passar exatamente num acampamento de férias, assim como a série de Ryan Murphy. Já o terceiro, Rua do Medo Parte 3: 1666, chegará no dia 16, e vai contar a origem de tudo. Eu quero ver!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Streaming

O gênero da comédia romântica tem uma linguagem universal. Mas, é claro, que foi Hollywood que criou o esqueleto principal dessas histórias que envolvem...

Gossip

Ricky Martin sempre me passou a imagem de um cara gente boa, esforçado e bem-humorado. Cheguei a vê-lo na Broadway fazendo Che Guevara numa...

Streaming

No sábado, a internet em casa ficou meio capenga então resolvi dar uma olhadinha em dois filmes da Amazon Prime que eu tinha baixado...

Streaming

Carnival Row estreou há uns três anos na Amazon Prime. Era uma daquelas séries que eu sempre pensava em começar a ver, mas acabava...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Todo mundo estava esperando esses dois últimos episódios da quarta temporada de Stranger Things. Havia a preocupação de que um personagem principal morreria. E...

Streaming

A lista da Netflix para esse mês de julho está bem boa. Tem um monte de coisas, mas eu separei aqueles 10 filmes e...

Streaming

A gente teve que esperar três anos pela nova temporada de Stranger Things na Netflix. Para quem é fã foi muuuitooo tempo. Mas a...

Streaming

Quando li a sinopse de Toscana, que está na Netflix, logo me lembrei de Um Bom Ano. Pra quem nunca viu, o filme traz...

Streaming

A minha dica especial da semana de cinema é O Peso do Talento, com Nicolas Cage, que está estreando nessa quinta. Surpresa: um filme...

Streaming

Adam Sandler foi um dos primeiros atores a fechar contrato com a Netflix. Desde então fez várias comédias por lá, como o megassucesso Mistério...

Streaming

Todo mundo adora Omar Sy, certo? Ele é ótimo, e seus filmes são sempre interessantes. Então quando li que ele tinha se juntado com...

Streaming

Quando 365 dias estreou, logo no início da pandemia, foi um enorme sucesso. Vinha naquele caminho de soft porn, que de vez em quando...