fbpx

10 filmes para reviver os anos 90 na Netflix

 data-srcset

O cinema dos anos 90 é lembrado com carinho por todos aqueles que o conhecem. Quando os filmes são exibidos na TV, acabam normalmente entrando para os Trending Topics. A Netflix tem um monte deles disponível para ver, rever, ou apresentar para aqueles que não conhecem. Então, aí vão as minhas 10 dicas imperdíveis para reviver esses loucos  tempos dos anos 90 onde, imagine, andar com o celular era sonho de consumo, rsrs.

As Patricinhas de Beverly Hills – 1995

Adorável e um incrível raio X dos sonhos de adolescentes da época. Cher (Alicia Silverstone) é a garota mais popular de sua escola, em Beverly Hills. Ela decide fazer boas ações e começa bancando o cupido para dois professores do colégio que, eventualmente, começam a namorar. Empolgada com o resultado, Cher resolve fazer uma transformação em uma nova estudante um pouco cafona ( Brittany Murphy). Mas quando a amiga se torna mais popular do que ela, a menina rica fica preocupada. Paul Rudd faz o irmão “emprestado” de Cher. 

Impacto Profundo – 1998

Um dos “disaster movies” que faziam grande sucesso nos anos 90. Um cometa está prestes a se chocar com a Terra e ameaça destruir toda a humanidade. Apesar do governo americano esconder o fato, uma repórter revela a verdade, obrigando as autoridades a anunciarem seu plano, na tentativa de salvar o planeta. O elenco é incrível! Morgan Freeman, Robert Duvall, Téa Leoni, Elijah Wood, Vanessa Redgrave, Dougray Scott e até Jon Favreau!

Pulp Fiction: Tempo de Violência – 1994

Um de meus preferidos de Quentin Tarantino, premiado no Festival de Cannes. Os caminhos de vários criminosos se cruzam nestas três histórias de Quentin Tarantino. Um pistoleiro se apaixona pela mulher de seu chefe, um boxeador não se sai bem em uma luta e um casal tenta executar um plano de roubo que foge do controle. O filme concorreu a vários Oscars, inclusive melhor filme, ganhando o de roteiro. John Travolta também foi indicado como melhor ator, enquanto Uma Thurman e Samuel L. Jackson foram como coadjuvantes. Mas ainda acho até hoje que o melhor de todos era Bruce Willis como o boxeador.

O Máskara – 1994

Um dos maiores sucessos dos anos 90 da carreira de Jim Carrey, e um de meus favoritos. No filme, o desajeitado bancário Stanley Ipkiss (Jim Carrey) muda completamente quando encontra no mar uma máscara que possui o espírito do deus escandinavo Loki. Sempre que usa a máscara, Stanley ganha superpoderes e se transforma em um cara cheio de charme e confidência, tudo o que é suficiente para ganhar a atenção da linda cantora Tina (Cameron Diaz estreando no cinema). Mas, acaba atraindo também o perigoso namorado dela, o gângster Dorian (Peter Greene), que tenta se apoderar da máscara para usar seus poderes para o mal. Mas o melhor de tudo é o cachorrinho Milo!!!

Forrest Gump – 1994

Vencedor de seis Oscars, inclusive melhor filme, direção e ator (Tom Hanks). Mesmo com o raciocínio lento, Forrest Gump nunca se sentiu desfavorecido. Graças ao apoio da mãe, ele teve uma vida normal. Seja no campo de futebol como um astro do esporte, lutando no Vietnã ou como capitão de um barco de camarão, Forrest inspira a todos com seu otimismo infantil. Mas a pessoa com quem Forrest mais se preocupa pode ser a mais difícil de salvar: seu amor de infância, a doce, mas perturbada Jenny (Robin Wright).

O Dossiê Pelicano – 1993

Suspense baseado no livro de John Grisham sobre uma jovem estudante de direito (Julia Roberts) cuja investigação sobre o assassinato de duas autoridades da Suprema Corte a torna alvo de criminosos. Ela percebe a veracidade de suas acusações quando seu namorado e mentor é assassinado. Forçada a se tornar uma foragida em Nova Orleans, ela é ajudada por um jornalista (Denzel Washington) no mistério que envolve o alto escalão do governo.

The Pelican Brief (1993)

Encontro Marcado – 1998

Um filme delicioso que vejo e revejo sempre. Remake de Uma Sombra que Passa, de 1934. O Anjo da Morte (Brad Pitt) chega à Terra para buscar um magnata da mídia (Anthony Hopkins em papel que seria originalmente de Gene Hackman). Só que suas experiências como mortal o levam a se apaixonar pela filha do milionário (Claire Forlani). A Morte então decide fazer um acordo com o empresário para que ambos possam permanecer mais tempo na Terra.

Seven – Os Sete Crimes Capitais -1995

Prestes a se aposentar, o detetive William Somerset (Morgan Freeman) aceita um último caso com a ajuda do recém-transferido David Mills (Brad Pitt). Juntos, eles descobrem uma série de assassinatos. Só que logo percebem que estão lidando com um assassino cujas mortes têm uma associação com os sete pecados capitais. Somerset também faz amizade com a esposa de Mills, Tracy (Gwyneth Paltrow, que era namorada de Pitt na época), que está grávida e com medo de ter a criança em uma cidade cheia de crimes. O filme foi um enorme sucesso dos anos 90, e também foi indicado ao oscar de montagem.

Ghost – Do outro Lado da Vida – 1990

Maior bilheteria do cinema de 1990, Ghost  é um romance que funciona bem até hoje. Ganhou os Oscar de roteiro e de coadjuvante (Whoopi Goldberg, maravilhosa). Sam Wheat (Patrick Swayze) é um banqueiro apaixonado por sua namorada, Molly (Demi Moore). Ele acaba morto em um assalto, mas seu espírito não vai para o outro plano e descobre que Molly também corre perigo. Para salvá-la, Sam pede ajuda a uma médium (Whoopi)que consegue ouvi-lo.

Só Você – 1994

Uma das comédias românticas mais fofas dos anos 90, com Robert Downey Jr. apaixonante desde então. Faith (Marisa Tomei) está prestes a se casar, mas acredita que sua alma gêmea é um homem chamado Damon Bradley. Afinal, quando ela era garota, esse nome apareceu em uma tábua Ouija. O tempo passou e ela vai se casar. Porém, faltando poucos dias para o casamento, ela atende o telefonema de um amigo de seu noivo. O amigo chama-se Damon Bradley e pede desculpas por não poder ir à cerimônia, pois está de partida para Veneza. Ao ouvir aquele nome, Faith não pensa duas vezes e decide ir atrás do desconhecido. Deliciosas locações na Itália, e a incrível quimica de Robert e  Marisa que vieram a se reunir anos depois no universo Marvel como Tony Stark e Tia May.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *