fbpx

Saiba aqui tudo sobre a nova série, The Returned

Pessoas que desapareceram sem explicação e que, de repente, retornam tem sido um assunto muito popular nas séries americanas. Entre as mais recentes estão Ressurrection, exibida no AXN, e mais ou menos o ponto central de The Leftovers, a estranha série da HBO. Agora, uma produção adquirida pela Netflix está seguindo o mesmo caminho. A partir de hoje, dia 10, a série The Returned está disponível para os assinantes do serviço em diversos países do mundo, inclusive no Brasil.

Mas o mais interessante é a estratégia de marketing totalmente diferente para seu lançamento. Está sendo disponibilizada primeiro em todas as regiões fora dos EUA e do Canadá.  Os episódios estarão disponíveis semanalmente para os assinantes assistirem 24 horas após a transmissão na A&E nos EUA( o episódio de estreia foi exibido ontem, 9, por lá).  No Netflix dos EUA e no Canadá, ela só poderá ser vista no decorrer deste ano. Adoro lançamentos diferenciados e admiro a ousadia da empresa para seguir esse caminho.

Baseada em Les Revenants, filme francês de 2004, que deu origem a uma série também francesa de oito capítulos ( foto abaixo) em 2012 (exibida aqui pelo canal Max), The Returned terá dez episódios em sua primeira temporada.  Ela seguirá a vida dos moradores de uma pequena cidade nas montanhas, que é virada do avesso quando várias pessoas que foram dadas como mortas há muito tempo, reaparecem. E é claro, trazem com elas consequências positivas e também prejudiciais. Só que a vida daqueles que foram deixados para trás é desafiada tanto física como emocionalmente. Relações interpessoais são profundamente examinadas com intrigas ao mesmo tempo em que se buscam respostas para o fenômeno.

Mesmo que o ponto de partida possa parecer repetitivo, um fator me leva a querer conhecer a série. Ela é produzida por Carlton Cuse e Raelle Tucker, que foram responsáveis por duas das séries que mais me deixaram “viciada” nos últimos anos, respectivamente Lost e True Blood. O fato que estes dois estão juntos, sendo responsáveis por um conteúdo que tem uma linha de mistério, já me deixa totalmente curiosa.

O papel principal é de Mary Elizabeth Winstead, mais conhecida como a filha de Bruce Willis em Duro de Matar 4.0. Tem ainda Mark Pellegrino (o misterioso Jacob de Lost) – foto abaixo -, Jeremy Sisto (Suburgatory),  Sandrine Holt (House of Cards), Agnes Bruckner (24) e Kevin Alejandro (o Jesus de True Blood), entre outros.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *