fbpx

Fatos do fenômeno de Game of Thrones

A série de livros de fantasia épica As Crônicas de Gelo e Fogo, escrita por George R. R. Martin, já era um grande sucesso editorial, quando começou a ser produzida pela HBO no formato de série. Só que no momento em que ela estreou, em 17 de abril de 2011, a influência que ela teria entre os fãs de séries do mundo inteiro. E muita gente tentou antes dos produtores David Benioff and DB Weiss, que diz a lenda, só conseguiram os direitos depois que responderam corretamente à pergunta feita por Martin sobre quem seria a mãe de Jon Snow…

Resultado de imagem para game of thrones cast

Mas a série só estreou seis anos depois dessa negociação. A HBO, conhecida por produtos modernos e contemporâneos com The Sopranos e Sex and The City, queria uma série de fantasia. Foi também o momento em que séries de prestígio como as produzidas pelo canal também começaram a ser objeto de culto de fãs apaixonados. E, é claro, os fãs dos livros de Martin, já engajados e conhecedores da história, também eram um target para a emissora.

Resultado de imagem para game of thrones gif

Com uma produção extremamente bem cuidada, que poderia rivalizar facilmente grandes produções para o cinema, e grandes atores como os personagens tão adorados, logo Game of Thrones – a série – também se tornou um grande sucesso. Em 2013, cerca de 5.5 milhões de fãs em todo o mundo registravam seu apoio e suas opiniões sobre a série e os livros da saga.

Imagem relacionada

Este ano a série não está entre os indicados ao Emmy já que sua estreia acontece após a data limite dos concorrentes. Mas, de qualquer maneira, A série é a recordista de prêmios da Academia de Televisão. Ano passado, ela superou o recorde da comédia Frasier, com um total de 38 estatuetas.

Imagem relacionada

Houve também um problema no meio do caminho. Martin não conseguia – não conseguiu até hoje -, terminar o sexto livro da série, The Winds of Winter. Quando a sexta temporada foi estrear, no ano passado, a série teve que oficialmente seguir seu próprio caminho, apesar de que Martin continuou como consultor. E o resultado foi um enorme sucesso, inclusive com a ressurreição de Jon Snow, e a incrível Batalha dos Bastardos. Segundo a revista Time, incluindo a audiência ao vivo, reprises e os DVR recordings, o número de pessoas atingidas por cada episódio de Game of Thrones nos Estados Unidos foi de 23 milhões por episódio, aproximadamente 15 % acima do que no ano anterior. Somando-se os números de HBO Now e HBO Go, esse percentual provavelmente deve ter chegado a quase 70%.

Imagem relacionada

Segundo os produtores Benioff e Weiss, esse apelo contínuo se deve muito aos seus complexos personagens. “Você fica tão imerso nos personagens, e desenvolve uma afeição tão grande por eles, e então todas essas coisas terríveis acontecem. Quando Ned Stark morre, isso deixa você muito tenso. Quando você percebe que seus heróis podem morrer, tudo se torna muito mais aterrorizante.”

Resultado de imagem para game of thrones ned stark

E Game of Thrones é bem isso. O inesperado sempre acontece. Nessa penúltima temporada, que começa hoje, domingo, dia 16, às 22 horas, na HBO, o número de episódios será menor, serão apenas sete. Novos personagens trarão novos atores para a série, como o veterano Jim Broadbent, que aparecerá em cinco episódios como um professor de Samwell Tarly. Já o jovem ator Joseph Quinn, da série britânica, Dickesian, será um personagem que não existe nos livros, chamado Koner. E, é claro, o cantor Ed Sheeran, que fará uma pequena participação, em uma cena com Maisie Williams (Arya), que é fã confessa dele.

Imagem relacionada

Além disso, também acredita-se que outros rostos conhecidos também retornarão, já que os atores foram vistos próximos aos locais de filmagem. É o caso de Iann Glen (Sir Jorah, que realmente tem que ter a chance de se despedir de Daenerys), Joseph Mawle (Benjen Stark), Mark Gatiss (Tycho Nestoris), a incrível menina Bella Ramsay (Lady Lyanna), as atrizes que fazem as Cobras da Areia, Richard Dormer como o imortal Beric Dondarrion e até Joe Dempsey (Gendry), que está desaparecido há um bom tempo. David Bradley, o falecido vilão Walder Frey, também deu pistas que retornará. Será que como uma lembrança ou um morto-vivo? Mas a maior surpresa foi um post que Jason Momoa colocou nas redes sociais dizendo que teria que perder a festa de encerramento do filme da Liga da Justiça, onde faz Aquaman. Ele dizia que tinha que “ir para o norte”. Será? A volta de Khal Drogo???

Imagem relacionada

O certo é que a preparativa para o fim entristece os fãs da série. Mas há uma saída. Cinco possíveis spinof’s já estão sendo desenvolvidos para que a história continue. Quem sabe a história dos pais de Jon Snow? Eu adoraria ver…

Imagem relacionada

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *