fbpx

Cheia de segredos e espiões, série The Americans surpreende

Já faz algum tempo que venho ouvindo boas indicações sobre a série The Americans. Finalmente, na semana passada, peguei o DVD da primeira temporada(disponível no Brasil também em Blu-Ray) e fiz uma maratona com os 13 episódios. O ponto de partida da série é bem interessante. É baseado numa história real sobre uma célula de espiões  descoberta em 2010. Ela estava há muitos operando nos Estados Unidos, com seus espiões vivendo vidas aparentemente normais,  com filhos, amigos e vizinhos que não tinham a menor ideia de quem eles realmente eram. Os infiltrados acabaram sendo devolvidos à Russia  em troca de americanos que estavam detidos por lá.

The Americans se passa nos anos 80, auge da Era Reagan, quando as relações entre Rússia e Estados Unidos estavam estremecidas. Philip (Matthew Rhys) e Elizabeth (Keri Russell)têm uma vida aparentemente normal. Moram no subúrbio, trabalham numa agência de viagens e tem dois filhos. Mas na verdade, são espiões da KGB,  que matam, investigam segredos do governo americano e ainda lidam com seus próprios problemas de relacionamento. Além da parte política e as cenas de ação, The Americans é particularmente interessante ao mostrar estas duas pessoas que foram colocadas lado a lado mas tem interpretações muito diferentes da situação. E mesmo assim, têm fortes sentimentos um pelo outro.

Os papéis para os coadjuvantes não ficam atrás. Como o agente do FBI vizinho ao casal está Noah Emmerich , que tem uma presença importante durante toda a temporada. A sempre fantástica Margo Martindale, que concorre ao Emmy por este papel agora no dia 25, brilha como Claudia, a chefe local da KGB. Mas quem me surpreendeu, e muito, foi Matthew Rhys. Sempre o achei um ator meio limitado em papeis como o da série Brothers and Sisters, por exemplo. Mas aqui, ele está ótimo, apresentando estes dois lados de pai e marido, mas também um assassino frio. 

O elenco da série na festa de lançamento da primeira temporada

A série  consegue manipular o espectador de forma tão perfeita que no final você acaba torcendo pelos vilões, que também não são totalmente maus. Assim como em Dexter, mesmo os piores podem ter seu lado bom e sensível.

A segunda temporada de The Americans estreia no FX neste domingo, dia 10, às 23 horas. Nos Estados Unidos esta temporada já terminou e a série foi renovada para a terceira.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *