fbpx

Chegou o momento do início do fim de The Good Wife

Durante 7 temporadas, mesmo entre altos e baixos, The Good Wife foi uma das melhores séries produzidas na TV dos últimos tempos. Tinha um roteiro inteligente, grandes atores e a personagem interessantíssima. Durante todo esse tempo, acompanhamos Alicia Florrick, numa atuação espetacular e premiada de Julianna Margulies, começar de novo várias vezes. Isso desde o primeiro episódio, quando Alicia foi apresentada como a dona de casa, que tem que enfrentar as câmeras ao lado de seu marido, um figurão da política, enquanto ele assume sua traição com prostitutas. A partir daquele momento, ela começou uma nova vida e carreira, se tornando uma nova mulher.  Essa jornada inesquecível vai chegar ao fim no Brasil a partir de hoje, dia 22, às 20 horas, com os dois primeiros episódios da última temporada da série.

Ela apresentou uma certa volta por cima de Alicia, depois de ter perdido praticamente tudo.  Desde seu grande amor, Will (Josh Charles), até seu emprego e sua própria empresa. Agora vai ter que começar de baixo, com o adicional de ter um escândalo de compra de votos no currículo. Sem Will para ajudá-la, e sem dinheiro para montar um novo escritório de advocacia, ela decide começar a trabalhar de forma independente diretamente de sua própria casa. Isso inclui novos companheiros de trabalho como a advogada Lucca Quinn (Cush Jumbo) e o investigador Jason Crouse (Jeffrey Dean Morgan), que sexy daquele jeito, é claro que iria chamar a atenção de Alicia.

Depois de uma sexta temporada mais fraca, a sétima e última trouxe de volta a The Good Wife dos bons tempos.  Com um parceiro com grande química, grandes atores com incríveis atuações –  Christine Baranski, Chris Noth, Alan Cumming, Michael J. Fox –  além das participações especiais perfeitas, como Carrie Preston fazendo a inesquecível Elisabeth Tascioni (pelo qual já ganhou um Emmy e concorre de novo este ano), Matthew Morrison, Will Patton, Vanessa Williams, Megan Hilty, Margo Martindale entre outros. Teve também cenas já clássicas, envolvendo todos eles, especialmente uma entre Chris Noth e Jeffrey Dean Morgan, simplesmente inesquecível.

O final pode não ter sido aquilo que muitos esperavam (me incluo nisso), mas The Good Wife e Alicia Florrick já nos deram tanto, que é fácil de perdoar um tapa inexplicável… Não deixe de acompanhar o desfecho dessa grande história. Alicia sempre tem uma atitude e uma resposta que vai fazer você lembrar dela para sempre! Um brinde a isso!

Existem 1 comentários

  1. o 007 é de mais com suas montagem os filme com marca muito antiga em fim sua entrada nos começo da missão muito boa e bem amostrada em tudo ,em o 007 e seu começo lembrado em momento de ação ,os soldados em um encontro bem amigos em em fim e sobre humano ,as lutas e,uma missão
    caros amigos tenho em falar que gostei muito e os xmem e muitos outros me motivo muito do que vejo o longo tempo dos motivo são muito legal são distração tão boa que levo a serio mas os mutante comecei a gosta mais cada filme ,desenho penso se não e parte por exemplo :os videos são como uma vida e as procura de cada ação motivada ,uma parte de mim em procura do meu ser aos alhos nu se reaumente não tem augo que não vejo em mim são a ,TV . que me traz essas procura sobre o encantos…

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *