fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Séries

A verdade está lá fora há muito tempo!

 

arquivox.jpg

 

Exibição do primeiro episódio de Arquivo X faz 20 anos

 

No dia 10 de setembro de 1993, estreou na TV americana um seriado pelo qual ninguém esperava e que se tornou um marco na sua história. O piloto de Arquivo X, com os semidesconhecidos David Duchovny e Gillian Anderson, era muito diferente de tudo que se via naquele momento. Chris Carter, o criador da série, havia sido editor da revista Surfing e ninguém poderia imaginar que ele conseguiria ser a mente por trás de episódios tão assustadores ou com tanto suspense.

 

Carter teve a ideia por ser fã de Kolchak e os Demônios da Noite, uma série dos anos 70 que misturava suspense, mistério e comédia , ao acompanhar as aventuras de um jornalista que investiga acontecimentos sobrenaturais em Chicago. Com essa inspiração, Carter criou o já clássico personagem Fox Mulder, um agente do FBI, que trabalha no Arquivo X, uma área que concentra os casos sobrenaturais ou sem explicação. Logo no primeiro episódio, a agente Dana Scully é enviada para trabalhar com ele. E aí se criou a química! Ele era totalmente crédulo. Acreditava que sua irmã havia sido abduzida por extraterrestres e que o governo americano os protegia. Ela era uma médica, sempre em busca de uma resposta científica  e comprovável. Mas, já no piloto, quando vão investigar estranhas mortes no meio de uma floresta, é possível ver como os dois se completam. Essa química perfeita resultaria em nove temporadas e dois filmes para o cinema.

 

Os episódios de Arquivo X se dividiam em dois tipos. O primeiro eram os pertencentes a “mitologia”, que abordavam toda a investigação sobre o envolvimento do governo com os alienígenas e a busca de Mulder pela verdade por trás do desaparecimento de sua irmã. O segundo eram os “monstros da semana”. Apesar de nem sempre apresentarem monstros, eles tinham fatos e investigações sobrenaturais que nada tinham a ver com a “mitologia”.

 

Vários episódios já se tornaram clássicos. Em minha opinião, um dos momentos mais assustadores já vistos em televisão foi em Arquivo X . O episódio Squeeze, da primeira temporada, revela o assustador Eugene Tooms (Doug Hutchinson), como um homem que se alimenta de fígados humanos. Outro episódio brilhante é a Triangle, exibido na sexta temporada e feito como uma homenagem a Festim Diabólico. E outros tantos: Duane Barry (2a), Millenium (7a), Drive (6a), The Post Modern Prometheus (4a), All Things, escrito e dirigido por Gillian Anderson (7a), How the Ghosts stole Christmas (6a) e Hollywood A.D.  (7a), com a participação de Tea Leoni, então casada com Duchovny.

 

Outro diferencial de Arquivo X entre todos os outros seriados, é que um filme feito para o cinema foi produzido para ser exibido entre a  quinta e a sexta temporada. Na verdade, Chris Carter queria que a série terminasse na quinta temporada e que, dali em diante fossem feitos somente filmes para o cinema. Mas a Fox, que era também produtora, pediu novas temporadas para a TV. Portanto, Arquivo X tem este caso único onde o cinema foi usado entre temporadas para dar respostas e lançar novas perguntas aos fãs da série.

 

No fim da sétima temporada, o astro Duchovny resolveu deixar a série, que trouxe Robert Patrick e Annabeth Gish para reforçar o elenco junto com Gillian Anderson. A desculpa na série foi que Mulder estaria sendo perseguido e, portanto teria que ficar escondido. Duchovny retornaria para os últimos episódios para dar o fechamento natural ao relacionamento nunca assumido entre Mulder e Scully.

 

Um novo filme, não tão bem sucedido, foi feito em 2008, Arquivo X – Eu quero acreditar. E na Comic Con deste ano, num evento comemorativo dos 20 anos da série, os dois astros e Chris Carter demonstraram interesse de estar em um novo filme. Os fãs aguardam entusiasmados.

 

Além de ter sido uma das melhores séries já produzidas, Arquivo X influenciou várias outras. Desde seus “filhos” diretos como Os Pistoleiros Solitários e Millenium até Lost, Supernatural, Fringe e Bones, além de vários outros. É também citada até hoje em episódios especiais de Os Simpsons e menções em outros tão improváveis como The O.C., Castle, House, CSI, Smallville e Gossip Girl , só para citar alguns. É…mesmo depois de tanto tempo, a verdade ainda está lá fora!

 

Todas as temporadas de Arquivo X estão disponíveis em DVD e no Netflix. A série também é exibida no TCM de segunda a quinta após a meia noite.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

Filmes sobre adultos que tem que voltar para o colégio por alguma razão são sempre divertidos. 17 Outra vez, Sexta-feira muito louca, Billy Madison,...

Streaming

Você provavelmente já deve ter visto em alguma Sessão da Tarde da vida o filme romântico Te Amarei para Sempre. Ele é de 2009...

Moda

Os prêmios de música geralmente não primam pela elegância em seu tapete vermelho, rs. O objetivo é ser relevante, diferente, moderna, e lançar tendência....

Streaming

Quem me acompanha por aqui sabe que adoro musicais. Sempre que tenho a oportunidade também gosto de assisti-los no teatro, seja aqui ou no...

Séries

Ontem (12) foi aquela decapitação total entre as séries da CW. Mas também tem notícias boas, especialmente para aqueles que sentem falta de Supernatural....

Você também pode gostar de ler