fbpx

Roma é o grande vencedor do prêmio dos Críticos de Nova York

Os Críticos de Nova York gostam de ser diferentes. Nada de Nasce uma Estrela, nada de Green Book: o Guia na lista dos melhores do ano. O grande vencedor  de 2018 pela organização que premia desde 1936, foi Roma, de Alfonso Cuarón. É uma produção da Netflix, que estará disponível no serviço a partir de 14 de dezembro. O filme foi o vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza 2018, e retrata um ano tumultuado na vida de uma família de classe média da Cidade do México no início dos anos 70. É difícil dizer se o Oscar vai considerar uma produção da Netflix para concorrer (e ainda premiar) na categoria melhor filme. Acho que não, mas Hollywood está mudando, então é esperar pra ver. 

Os  resultados dos prêmios dos Críticos de Nova York não tem batido muito com o gosto da Academia ultimamente. É só lembrar que os últimos vencedores aqui foram Lady Bird, La La Land, Carol, Boyhood e Trapaça. Nenhum deles conseguiu o Oscar de melhor filme. Uma coisa já parece certa, a ótima Regina King vem despontando, nesse primeiro momento, como grande favorita ao prêmio de coadjuvante.  Ethan Hawke também vem demonstrando que deverá ficar com uma das cinco vagas entre os melhores atores por First Reformed

Lista dos Vencedores

Filme: Roma

Diretor: Alfonso Cuarón  – Roma

Filme de Estreia: Oitava Série de  Bo Burnham

Ator: Ethan Hawke  – First Reformed

Atriz: Regina Hall  – Support the Girls

Ator Coadjuvante: Richard E. Grant  –  Poderia me Perdoar?

Atriz Coadjuvante: Regina King – Se a Rua Beale Falasse

Fime Não-Ficção: Minding the Gap de Bing Liu

Roteiro: First Reformed de Paul Schrader

Fotografia: Roma 

Filme Estrangeiro: Cold War , de Pawel Pawlikowski (Polônia)

Animação: Homem-Aranha no Aranhaverso

As fotos são de divulgação

 

Existem 1 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *