fbpx

Os momentos mais importantes do SAG´s e o que fica de mensagem para o Oscar

Mais do que o Globo de Ouro, o SAG´s é a premiação que mais se aproxima de uma previsão para o resultado do Oscar. E, com isso, algumas coisas já parecem certas para a noite de 2 de março. Matthew McConaughey, Cate Blanchett  e Jared Leto já devem estar arrumando um espaço em casa para guardar suas estatuetas do Oscar. Eles são vencedores certos nas categorias ator, atriz e ator coadjuvante. Só se acontecer uma zebra muito grande não levarão.E  Trapaça, que cresceu bastante nos últimos dias, pode ser uma pedra no caminho de 12 anos de escravidão e Gravidade (que tem menos chances).

Mas voltando a noite de ontem. Lupita Nyong’o está conquistando a todos não só com sua atuação em 12 anos de escravidão mas também com seus discursos emocionantes e seu bom gosto fashion. É uma concorrente a altura da queridinha Jennifer Lawrence na categoria melhor atriz coadjuvante. Ao vencer o SAG´s , se colocou um passo a frente  na corrida. Ontem , durante a festa, quando seu nome foi anunciado,  a toda poderosa (e ex-concorrente) Oprah Winfrey, levantou-se e aplaudiu de pé. Uau!

Lupita Nyong’o

Já Jared Leto encarnou o bom menino, foi com a mãe (belíssima, aliás)  e fez um discurso emocionado. Mas o mais divertido foi no tapete vermelho, quando ele ficou paquerando descaradamente Emilia Clarke (Game of Thrones) bem na frente da entrevistadora do canal E!

Jared Leto e sua mãe.

Na parte de televisão, Breaking Bad reinou com o prêmio para  elenco de série dramática e melhor ator para Bryan Cranston. Foi a primeira vitória de ambos mas totalmente esperada. Já Modern Family ganhou pela quarta vez consecutiva o prêmio de melhor elenco para série de comédia. É demais não?Ty Burrel, da mesma série levou o prêmio de melhor ator. Mas uma coisa que  não consigo entender é como Sofia Vergara continua a ser considerada uma boa atriz por um papel em que faz obviamente ela mesma. É só vê-la no tapete vermelho . Uma pena pois o elenco de outras série eram mais  merecedoras como  The Big Bang Theory e Veep.

Bryan Cranston, Anna Gunn e Aaron Paul, de Breaking Bad

Veep venceu na categoria melhor atriz de série de comédia  com Julia Louis-Dreyfus, que repetiu sua performance do discurso do Emmy, usando um de seus assessores na série para ajudá-la a fazer o discurso certo. Meio deja -vu, mas mesmo assim divertido.  Na categoria de melhor atriz de série dramática, Maggie Smith, impagável como lady Violet  em Downton Abbey,  surpreendentemente venceu a favorita Kerry Washington (Scandal). Na minha opinião, totalmente merecido mas a crítica americana achou um absurdo.

Já entre os atores de filme para TV ou minissérie uma barbada: Michael Douglas por Behind the candelabria,  que já ganhou tudo. E uma surpresa: Helen Mirren  que apesar de maravilhosa em Phil Spector, não era a favorita. Ela mesma disse em seu discurso não estar preparada por causa da maravilhosa atuação de Elisabeth Moss (Top of the Lake). Esta nem conseguia se conter na platéia por causa dos elogios de uma diva como miss Mirren. Compreensível!

Helen Mirren, ainda sem acreditar que recebeu seu prêmio

Quando Matthew McConaughey subiu ao palco para receber seu prêmio por Clube de Compras Dallas, o público já estava rindo. Afinal Jennifer Lawrence teve uma dificuldade tremenda para abrir o envelope. Mas quando ele começou a fazer seu discurso, Matthew estava tão eufórico que a história que contou não fez muito sentido. Mas foi o suficiente para Cate Blanchett,  que foi premiada  por Blue Jasmine, fazer uma piada quando pediram para que ela fosse mais rápida no discurso – “Vocês deixaram o Matthew McConaughey  falar sobre ir a Netuno . Eu posso muito bem agradecer as pessoas que quero.”

O último prêmio da noite foi para Trapaça como melhor elenco de filme. Merecidíssimo.

Mas dois momentos marcaram. O vídeo In Memoriam,  com todos os atores que faleceram no ano passado. Sempre bonito, sempre triste. E a explosão de vitalidade ainda aos 82 anos de Rita Moreno. Um dos poucos artistas a ganhar todos os principais prêmios da indústria, Rita fez um discurso divertido, bonito e emocionante. Um  momento inesquecível.

Rita Moreno

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *