fbpx

O melhor e o pior do Globo de Ouro 2016

O mínimo que pode se dizer do Globo de Ouro deste ano é que foi realmente surpreendente. Considerando todas as bolsas de apostas e sites americanos especializados, foi uma sucessão de prêmios inesperados. É claro que Leonardo ganhou e Divertida Mente também, mas o resto… Já faz tempo que o Globo de Ouro deixou de ser o termômetro do Oscar, como se dizia no passado. O SAG’s, que acontece no final deste mês, nos dará um panorama bem mais aproximado de quem serão os grandes vencedores da temporada. Mas de qualquer maneira, reavivou algumas possibilidades que pareciam bem improváveis, como O Regresso como melhor filme, por exemplo.

Talvez porque sirvam bebida todo o tempo (rs), o Globo de Ouro tem sempre grandes emoções, momentos ridículos e , é claro, injustiças. Veja aqui alguns dos melhores e piores momentos, em minha opinião, da noite/madrugada de ontem (10):

– O melhor de tudo

Foram vários. Stallone aplaudido de pé, e visivelmente chocado por ter sido escolhido como o melhor coadjuvante do ano por Creed: Nascido para Lutar. Foi merecido pois ele é a melhor coisa do filme, que estreia esta semana nos cinemas. E agradecendo ao seu grande amigo imaginário, Rocky Balboa. Foi bonito!

golden-globes-best-worst-sylvester-stallone

As BFF’s Amy Schumer e Jennifer Lawrence se divertiram horrores apresentando juntas um dos prêmios. Seriam boas substitutas de Amy e Tina.

jennifer lawrence animated GIF

O diálogo divertidíssimo de America Ferrera e Eva Longoria sobre como são confundidas com outras atrizes latinas. E finalmente o mico de Amber Heard e Jaimie Alexander (para mim a mais elegante da noite), que tiveram um problema com o teleprompter e ficaram olhando para a tela, sem saber o que fazer antes de falarem um palavrão e caírem na risada. Hilário!

O discurso de Tom Hanks para homenagear Denzel Washington, já que são amigos desde os tempos em que fizeram juntos Filadélfia (1993). Eloquente e emocionante, o discurso ( e as imagens) fizeram com que Denzel ficasse claramente tocado. Aplaudido de pé, e merecedor da honraria, o Cecil B.DeMille Award, por sua carreira, ele subiu ao palco com a família. Foi bonito, mas ele estava precisando de óculos. Rs!

A revolta do tempo. Ridley Scott xingou os produtores, que insistiam em cortar seu discurso. Outra, que também não deu a mínima para a “música de corte” foi Taraji P. Henson. “Esperei 20 anos por esse momento e vocês vão esperar!”

As caras de surpresa dos vencedores inesperados como Kate Winslet, Lady Gaga e Alejandro Iñarritu.

Quem me conhece sabe que não sou uma grande fã do ator. Mas Leonardo DiCaprio teve três momentos impagáveis na festa. O primeiro foi, é claro, sua vitória como melhor ator de filme dramático por O Regresso. Ao contrário do Oscar, Leonardo já ganhou outros Globos, só que o momento de reconhecimento que ele deverá ser a Julianne Moore da vez, é tão grande, que o ator foi mesmo aplaudido de pé. O segundo foi o reencontro com sua parceira de Titanic e também vencedora, por Steve Jobs, Kate Winslet. Esses dois juntos são sempre perfeitos. E, é claro, a cara de menino peralta, quando ele estava fechando a passagem de Lady Gaga rumo ao palco. É para rir muito.

Apesar de discordar da escolha de Lady Gaga como melhor atriz, ela fez um discurso bonito e emocionado. Gostei!

O pior de tudo

É claro, Ricky Gervais! Mas a gente já sabia que seria assim, não? Inconveniente, agressivo, chato e sem graça. Simplesmente um desastre, ainda mais com aqueles dentes horrorosos. Além disso , a cara de enfado, repetindo de novo e de novo que o show não tinha fim, se tornou insuportável para o público. Foi perfeita a frase de Morgan Freeman, deixando claro que a audiência (e nós desse lado da tela) é que não o aguentava mais.

O barraco entre Gervais e Mel Gibson, apesar de esperado, foi deselegante e bobo. Os dois poderiam ter ficado em casa.

Jonah Hill como o urso de O Regresso. Sem comentários!

golden-globes-best-worst-jonah-hill-channing-tatum

Os excessos. Tudo bem que elas estavam emocionadas, mas ninguém aguentava mais os discursos histéricos de Rachel Bloom e Taraji P. Henson quando aceitaram seu prêmios. Será que elas já tinham bebido uns drinks a mais?

Perdido em Marte é até um bom filme, mas ganhar como melhor comédia ou musical… só mesmo no Globo de Ouro!

Writing’s on the Wall, de Spectre, como a melhor canção? Mr. Robot como a melhor série do ano no lugar de Game of Thrones. Aff!

golden-globes-best-worst-mr-robot

Abaixo, a lista completa dos vencedores:

Cinema

Filme Drama: O Regresso

Filme Comédia ou Musical: Perdido em Marte

Atriz Drama: Brie Larson, O Quarto de Jack

Ator drama: Leonardo DiCaprio, O Regresso

 Atriz, Musical ou Comédia: Jennifer Lawrence, Joy: O Nome do Sucesso

Ator Musical ou Comédia: Matt Damon, Perdido em Marte

Atriz Coadjuvante: Kate Winslet, Steve Jobs

Ator Coadjuvante: Sylvester Stallone, Creed: Nascido para Lutar

Diretor: Alejandro G. Iñárritu, O Regresso

Roteiro: Aaron Sorkin, Steve Jobs

Animação: Divertida Mente

Filme Estrangeiro: O Filho de Saul (Hungria)

Trilha Sonora: Ennio Morricone, Os 8 Odiados

Canção: Writing’s on the Wall, Spectre

TV

Série, Drama: Mr. Robot

Série Comédia ou Musical: Mozart in the Jungle

Filme para TV ou minissérie: Wolf Hall

Atriz Filme para TV ou minissérie: : Lady Gaga, American Horror Story: Hotel

Ator Filme para TV ou minissérie:: Oscar Isaac, Show Me a Hero

Atriz Drama: Taraji P. Henson, Empire

Ator, drama: Jon Hamm, Mad Men

Atriz, Comédia ou Musical: Rachel Bloom, Crazy Ex-Girlfriend

Ator, Comédia ou Musical: Gael García Bernal, Mozart in the Jungle

Atriz Coadjuvante: Maura Tierney, The Affair

Ator Coadjuvante: Christian Slater, Mr. Robot

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *