fbpx

Karl Lagerfeld e seus vestidos do Oscar

Hoje a moda perdeu um de seus grandes nomes. Karl Lagerfeld, o diretor criativo da Chanel, que revitalizou e modernizou a marca, era uma personalidade com um  humor ácido, que fascinava o mundo. O Kaiser, como era conhecido, faleceu em Paris aos 85 anos, ainda trabalhando. Desde 1983, estava na Chanel, e era amigo de várias estrelas, como Diane Kruger e Penelope Cruz, que sempre usavam suas criações. E já que estamos na semana do Oscar, creio que não poderia haver homenagem maior do que relembrar suas grandes criações para as estrelas usarem no tapete vermelho.

Os looks do Oscar

Em 2008, sua grande amiga Penelope usou uma criação sua no Oscar. Era um pretinho nada básico. Não é dos meus looks preferidos, mas ela estava linda!

Em 2010,  quando Bastardos Inglórios foi indicado, Diane Kruger foi à festa usando esse modelo cheio de detalhes branco e preto.

Nesse mesmo ano, Sarah Jessica Parker também usou um vestido da marca. É um dos meus looks preferidos de Chanel.

Em 2015, quando finalmente ganhou o Oscar de melhor atriz por Para sempre Alice, Julianne Moore também usou uma criação de Chanel. Estava chique e elegante.

Em 2014, Jessica Biel esteve no Oscar usando um Chanel discreto, simples (aparentemente) e chique.

Em 2004, ano seguinte em que ganhou seu Oscar por As Horas, Nicole escolheu esse Chanel azul bem clarinho.

O ano era 2011, e Jennifer Lopez causou com esse vestido da marca com a parte de cima transparente. Ninguém estava acostumado com isso. Especialmente de um look Chanel.

Em 2017, foi a vez de Sofia Boutella usar  Chanel. Mas confesso que acho as duas partes do vestido não combinam.

No ano passado, 2018, quando foi indicada para o Oscar de melhor atriz por Eu, Tonya, Margot Robbie foi de Chanel. Mas achei que ela estava tão desconfortável com o vestido…

O caso Meryl Streep

Esse vestido não é Chanel, mas criou uma confusão no Oscar de 2017. Segundo se falou na época, Karl já estava desenvolvendo um vestido para Meryl usar no Oscar. Mas, segundo ele, em cima da hora, tudo foi cancelado. Karl disse que ela havia desistido porque alguém iria pagar para que ela usasse o vestido de outra marca. Meryl acusou Karl de difamação, e tanto a Chanel como ele tiveram que fazer um pedido de desculpas para a estrela. Ela foi ao Oscar, quando teve sua 20ª indicação, vestida por Elie Saab. Não ganhou, mas foi aplaudida quando entregou um prêmio ao lado de Javier Bardem.

Fotos Getty e WireImage

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *