fbpx

Jennifer Lawrence fala sobre as fotos e sobre Perez Hilton na Vanity Fair

Pela primeira vez , Jennifer Lawrence falou sobre suas fotos nuas que vazaram na internet numa entrevista para a Vanity Fair americana. E como sempre, tivemos uma matéria muito bem escrita, com fotos deslumbrantes. Jennifer, também como sempre, tem um jeito aparentemente muito sincero de falar. Não sei ainda se é um personagem ou se ela realmente é assim. Espero que seja a última opção (aparentemente é). Isso comprovaria o quanto ela é uma estrela realmente diferente.

As fotos acabaram na rede duas semanas depois do primeiro encontro para a entrevista. E obviamente se tornou um ponto importante da matéria. Segundo Jennifer “eu fiquei com tanto medo. Eu não sabia como isso poderia afetar minha carreira.”Ela disse ainda que pensou em soltar um comunicado oficial “mas cada coisa que eu começava a escrever, me fazia chorar ou ficar ainda mais brava. Eu comecei escrevendo um pedido de desculpas, mas não tinha porque me desculpar. Eu estava num relacionamento amoroso, saudável, maravilhoso por quatro anos. Era sempre a distancia. Então ou seu namorado vai começar a olhar para pornografia ou para você”.

Quando ela viu as fotos na rede pela primeira vez, disse que não é possível descrever a sensação. “Me senti como um pedaço de carne exibido para conseguir dinheiro.” Ficou especialmente enraivecida com o  blogueiro de celebridades Perez Hilton, que exibiu as fotos em seu site, para tirá-las depois.”Ele só as tirou do ar porque as pessoas ficaram loucas da vida. E depois eu tive que ver seu pedido de desculpas, que era simplesmente ‘Eu simplesmente não pensei’. Eu não vi isso como desculpa. Isso é a chave do problema.” Perez colocou uma resposta em vídeo no YouTube (caso queira ver, em inglês, ai vai o link https://www.youtube.com/watch?v=J3Ft4rnNK7c ). Obviamente nervoso, ele primeiro fica revoltado de ter sido citado pela atriz já que havia se desculpado, Depois muda de opinião dizendo para que ela se f*** e depois se desculpa novamente.

Num dos momentos mais fortes de sua entrevista, Jennifer continuou dizendo: “não é porque sou uma figura pública, uma atriz, que eu pedi isso. Não significa que vem com o território. É meu corpo, e deveria ser minha escolha. E o fato que não é, é simplesmente nojento. Eu não acredito que vivemos nesse tipo de mundo”.

Como sempre nesse tipo de situação, o pior é que não há muito a fazer. “Eu não posso me tornar não-famosa, não posso deixar de atuar. Mas quando eu tenho que ligar para o meu pai e dizer o que aconteceu…não importa o quanto dinheiro ganhei com Jogos Vorazes. Ter que ligar para seu pai e dizer o que aconteceu  não vale a pena. Isso não é um escândalo, é um crime sexual, uma violação sexual. A lei (sobre o assunto) tem que mudar e nós temos que mudar. Afinal todos que olharam as fotos estão perpetuando uma ofensa sexual.”

Ma a atriz já demonstrou que ela tem força para seguir em frente. Esteve no Festival de Cinema de Londres para promover seu filme de época com Bradley Cooper, Serena. Está se preparando para a maratona do lançamento do terceiro filme da saga Jogos Vorazes em novembro. E recentemente anunciou que será a host da famosa festa do Met Ball na primavera americana de 2015. ” O tempo cura. Eu não choro mais sobre isso. Eu não vou mais ficar cheia de raiva. Eu não posso deixar minha felicidade de lado esperando que estas pessoas sejam presas porque pode ser que elas nunca sejam. Eu preciso encontrar minha própria paz.”

É obvio que ela está certa. É óbvio que é errado não só o que os hackers fizeram mas também, em minha opinião, os jornalistas sérios que aceitaram publicar estas fotos. Só que infelizmente  (mesmo!) hoje em dia não há mais certeza de privacidade em lugar algum. Especialmente no caso de super-estrelas como Jennifer ou Kaley Cuoco, por exemplo, ou várias outras que tiveram suas fotos íntimas expostas na rede. Triste aspecto da modernidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *