fbpx

As fofocas de bastidores do filme de Han Solo

Essa semana um dos grandes choques vindos de Hollywood  foi a dispensa de Phil Lord e Christopher Miller da direção do filme sobre a juventude de Han Solo, que ainda não tem título definitivo. As filmagens vinham acontecendo desde fevereiro, mas aparentemente ainda há muito para ser filmado para que ele possa estar pronto para a estreia em maio de 2018. Quer saber o que aconteceu?

Eu sempre me pergunto o que leva um grande estúdio a colocar diretores  com um histórico que não tem absolutamente coisa alguma a ver com grandes produções que envolvem milhões de dólares, especialmente porque eles em geral não vão conseguir fazer as coisas da forma a que estão acostumados. Lembro recentemente do caso de Josh Trank no desastre de Quarteto Fantástico. Aliás, para que a coisa fique mais incrível, Josh era a escolha original para dirigir o filme de Han Solo, mas preferiu fazer o filme do Quarteto. Foi quando foram chamados Lord e Miller, que eram conhecidos por trabalhos altamente irreverentes, como Uma Aventura Lego e os filmes de Anjos da Lei. Bem, qualquer um que já viu um desses filmes saberia que dificilmente eles iriam se adaptar ao estilo da LucasFilm e da Disney, certo?

Resultado de imagem para han solo movie scenes

Aparentemente desde o primeiro momento, aconteceram discussões com a produtora Kathleen Kennedy, vários membros da produção, e o produtor e roteirista Lawrence Kasdan –  responsável também pelos roteiros de O Império Contra-Ataca, O Retorno de Jedi e O Despertar da Força. Algumas fontes, como o  site starwarsnews.net, chegaram a dizer que até o ator principal, Alden Ehrenreich, demonstrou preocupação pelo tom de comédia maluca que os diretores queriam colocar no filme. Aparentemente queriam que Han Solo lembrasse o Ace Ventura de Jim Carrey. Rs, dá pra imaginar?

Resultado de imagem para han solo gif

Foram meses de conflito. Segundo consta, Lord e Miller ficaram chocados porque não conseguiam ter a liberdade criativa a que estavam acostumados em outras produções, especialmente com a “rédea curta” de Kathleen Kennedy. O que se sabe é que esta semana, dois dias depois de anunciar que os dois estavam saindo do projeto por “diferenças irreconciliáveis”, foi anunciada a contratação de Ron Howard para terminar as filmagens. Rs, pode ser possível ter diretores com estilos mais diferentes?

Resultado de imagem para ron howard lord and miller

O próprio Howard já falou que é um fã da saga desde o início. Quando filmou como ator o longa American Graffiti, de 1972, o diretor George Lucas lhe contou sobre um projeto de um filme divertido de ficção-científica que ele estava planejando. Quando Guerra nas Estrelas foi lançado em 1977, ele foi assistir no dia da estreia com a esposa e ficaram duas horas na fila. “Eu fiquei tão emocionado com o filme. Me senti transportado para dentro dele. Saímos mudos do cinema”. E a perspectiva do novo desafio? “Tantas pessoas que estão envolvidas na franquia de Star Wars são amigos. Já está em produção, e há um grande trabalho ali.”

Ron e George Lucas nas filmagens de American Graffiti

Ron Howard, que é extremamente talentoso, tendo feito filmes maravilhosos como Rush: No Limite da Emoção e  No Coração do Mar,  é um representante da Velha Hollywood, um grande artesão. Ou seja, os produtores claramente perceberam que essa história de querer fazer um filme mais irreverente dentro do franquia Star Wars não iria dar certo.

Director Chris Miller has revealed the title of the Han Solo Star Wars spin-off movie

Ainda não há muitos detalhes sobre o roteiro, o que se sabe é que irá focar nos primeiros tempos do piloto da Millennium Falcon como contrabandista. Além de Alden Ehrenreich como Han, o filme ainda tem Donald Glover (Lando Calrissian), Thandie Newton, Woody Harrelson, Michael K. Williams, e Emilia Clarke.

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *