fbpx

Vale a pena assistir o ótimo No Coração do Mar nos cinemas

Eu admiro muito o trabalho de Ron Howard, diretor de filmes como O Preço de um Resgate, O Jornal, Frost/Nixon e o recente Rush: No Limite da Emoção (tudo bem, também têm os filmes baseados nos livros de Dan Brown, mas ninguém é perfeito, não é mesmo?). E não me desapontei com seu filme mais recente, que estreou esta semana nos cinemas, No Coração do Mar. Com cenas arrebatadoras, bela fotografia, uma história real e absurda (por isso interessante), e, é claro, Chris Hemsworth. Já está na minha lista dos melhores do ano.

Ron Howard e Chris Hemsworth

Nos Estados Unidos, o livro Moby Dick, de Herman Melville, é leitura obrigatória nas escolas. Fala sobre a luta do capitão Ahab contra uma gigantesca baleia branca (devo admitir que sempre torci pela baleia). Mas esse livro é, na verdade, baseado em uma história real, dos marinheiros do navio Essex, que, em 1820, deixou um porto nos Estados Unidos, para caçar baleias, com o objetivo conseguir trazer óleo (de baleia) para acender os lampiões das cidades antes da descoberta da energia elétrica. No comando, está o capitão Pollard (o fraquinho Benjamin Walker, de Abraham Lincoln – Caçador de Vampiros), que vive em constante tensão com o seu imediato Owen Chase (Chris Hemsworth), muito mais experiente do que ele. As diferenças entre ambos vão acabar levando o navio e sua tripulação para uma busca por lugares muito longe da terra firme, onde encontrarão um cardume de baleias, mas também uma em especial, que acabará levando o navio à destruição e à morte da maioria dos homens.

Tudo isso é contado em flashback por Thomas Nickerson (o bom Brendan Gleeson), que fez parte daquela viagem ainda adolescente (quando é feito por Tom Holland, o novo Homem-Aranha) para Herman Melville (Ben Whishaw, o Q dos filmes de 007), que o usará como inspiração para escrever seu romance de sucesso.

Ainda no ótimo elenco estão Cillian Murphy, Michele Fairley, Jordi Mollá e Frank Dillane (de Fear the Walking Dead). Todos têm o seu momento para brilhar em diferentes situações. Mas é claro que Chris Hemsworth é quem chama a maior atenção como o herói da história. Seu olhar e sorriso criam uma empatia enorme com a plateia. Além disso, a foto dele magro e abatido correu os quatro cantos do mundo pela internet. Mas, como Owen Chase, ele mostra ser aquele herói que todos nós buscamos no cinema, imperfeito em algumas ações, mas sempre disposto a recomeçar. E lindo, é claro!

Não se preocupem. Chris Hemsworth fica assim só em uma cena!

Esta é a segunda parceria de Chris com Ron Howard. E ela tem feito bem para as carreiras de ambos, pelo menos do ponto de vista artístico, já que Rush não foi bem de bilheteria. Aliás, devo dizer que creio que No Coração do Mar é o melhor filme de Ron Howard. Em algumas cenas, especialmente do ataque às baleias, é tudo tão bem feito que chega a ser incômodo. E isso nos faz ver o quanto Ron Howard é bom.

Existem 1 comentários

  1. O que é isso Cris lindo … Sem dúvida, o filme mantém o ar de auto aventuras da literatura americana da era de autores como Nathaniel Hawthorne e Herman Melville. In the Heart of the Sea “(Eu desligo o link para quem quiser dar uma olhada: http://br.hbomax.tv/movie/TTL603317/No-Coracao-Do-Mar) é um espetáculo visual muito interessante que recebe cenas específicas com força suficiente. Além disso, o filme também adiciona duas reflexões interessantes: em primeiro lugar, com Melville como eixo sobre o ato de escrever, sobre o medo de nossa própria incapacidade ea luta interna entre revelando e inventar, entre a transmissão da verdade e da captura da essência; ea segunda, sobre os interesses comerciais eternas e a tirania do dinheiro.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *