fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Um pequeno filme chamado Paixão Inocente

Não tinha ouvido falar de Paixão Inocente, que estreia hoje nos cinemas, antes de assisti-lo. Dessa forma, fui sem saber o que esperar. O que vi foi um belo pequeno filme, que tem alguns momentos um pouco arrastados mas que no final deixa uma lembrança de uma obra sensível. Com poucos diálogos e uma interessante trilha sonora, traz boas atuações do elenco. Mas não se engane, não é um filme para todos os gostos já que muitos podem se sentir incomodados com o ritmo, que é lento.

Desde a primeira cena, que mostra uma família aparentemente feliz tirando fotos, é fácil perceber pelos olhos do pai, Keith (Guy Pearce), que a situação não é tão harmoniosa quanto parece. Quando Sophie (Felicity Jones) chega na casa para um intercâmbio e deixa-se claro que ela tem mais de 18 anos, também é possível adivinhar que um relacionamento entre o pai frustrado e a garota sensível que se julga incompreendida não vai demorar a acontecer. As situações podem ser mais do que esperadas, mas a forma de contá-las é bem diferente do esperado. Sem cenas de sexo, sem gritos e sem explicações demais.

No papel do pai, Keith, Guy Pearce tem a melhor atuação da carreira. Sempre um ator antipático, aqui ele demonstra ter coração e sensibilidade. Felicity Jones funciona bem como Sophie assim como Amy Ryan, como a esposa, inicialmente identificada como a antagonista da história. Mas quem surpreendeu e capturou minha atenção durante todas as cenas em que apareceu foi Mackenzie Davis, como a filha do casal, Lauren. Já havia achado que ela tinha uma presença interessante em Namoro ou Liberdade, a comédia romântica estrelada por Zac Efron. Mas aqui ela realmente brilha. Terá com certeza uma bela carreira pela frente.

Eliane Munhoz

Mackenzie Davis

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

Chris Evans parece querer bater as marcas de Dwayne Johnson como o cara que mais trabalha em Hollywood. Hoje foi anunciado mais um projeto...

Cinema

Os filmes de Thor sempre estiveram entre os meus favoritos da Marvel. Sim, mesmo aqueles que ninguém gostou. Talvez seja por causa de Chris...

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Streaming

O gênero da comédia romântica tem uma linguagem universal. Mas, é claro, que foi Hollywood que criou o esqueleto principal dessas histórias que envolvem...

Gossip

Ricky Martin sempre me passou a imagem de um cara gente boa, esforçado e bem-humorado. Cheguei a vê-lo na Broadway fazendo Che Guevara numa...

Você também pode gostar de ler

Cinema

A gente já sabe que Liam Neeson gosta de trabalhar, né? Rsrsrs. E desde  2008 , com Busca Implacável, ele virou o novo ídolo...

Premiações

O Framboesa de Ouro tem que ser levado como uma piada, claro! Na hora de escolher os piores filmes do ano, sempre escolhem filmes...

Cinema

Lembro bem quando estreou na Broadway Querido Evan Hansen. Foi um grande sucesso. Seu protagonista, na época o quase desconhecido Ben Platt, ganhou o...

Streaming

Véspera de feriado chegando e tem muita coisa boa estreando no cinema e no streaming . No cinema dois lançamentos bem diferentes. O primeiro...

Cinema

Eu gosto de suspense e gosto de ficção-científica. Sempre busco filmes do gênero no streaming. Por isso, fui ver dois filmes pouco badalados do...

Cinema

Há uma coisa que sempre me emociona quando vejo filmes românticos. É o “e se…”. Ou seja, caminhos que poderiam ter sido seguidos e...

Cinema

Sexta-feira é dia de estreias. A Netflix tem três que chegaram hoje (23) e para mim são imperdíveis. Tem terror, suspense, e um romance...

Séries

A série Mare of Easttown já atraiu a minha atenção desde o início por ter Kate Winslet no papel principal. Sempre digo que ela...