fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Tom Cruise e o sucesso de Missão Impossível…de novo!

Como sempre, nada melhor para revitalizar a carreira de Tom Cruise do que uma boa dose de Ethan Hunt. Ele é sempre ótimo no papel, aparentando bem menos do que os seus 53 anos. Em retorno, ele se dedica como ninguém a promover a franquia, fazendo ele mesmo vários dos trabalhos de dublês, inclusive a já famosa cena do avião.  Missão Impossível: Nação Secreta, que estreia por aqui nos cinemas esta semana, já vem com o rótulo de sucesso com seus números nas bilheterias americanas. Ele já deve ter chegado aos 100 milhões enquanto você lê este texto. E posso dizer que é muito merecido.

Em sua nova aventura, Ethan Hunt (Tom Cruise) e seu time enfrentam a missão mais impossível de todas: erradicar o “Sindicato”, uma organização criminosa internacional tão habilidosa quanto eles. Devido à pressão de um diretor da CIA (Alec Baldwin), eles terão que salvar o mundo sem apoio algum, já que Ethan está sendo perseguido por todos os lados. Sua missão impossível vai levá-lo a vários lugares do mundo como Viena, Marrocos e Londres. Dirigido por Christopher McQuarrie, que já trabalhou com Cruise em Jack Reacher: O Último Tiro, consegue um resultado muuuuito melhor desta vez. Tem boas cenas de ação, mantém o ritmo, sabe inserir o humor, tem referências a todos os outros filmes da série, homenageia Hitchcock (O Homem que Sabia Demais). Isso sem falar no uso brilhante da trilha sonora, desde o tema marcante de Lalo Schiffrin até Nessum Dorma, de Turandot. Ou seja, um prato cheio para os fãs de cinema, de filmes de ação e principalmente de Missão Impossível.

Os companheiros de Protocolo Fantasma voltam, com exceção de Paula Patton, que não conseguiu espaço na agenda.  Jeremy Renner como Brandt; Ving Rhames como Luther e Simon Pegg (Benji), que tem uma participação muito maior e divertida aqui. O elenco conta ainda com Rebecca Ferguson (Hércules), como a misteriosa Ilsa Faust. O papel foi oferecido inicialmente para Jessica Chastain, mas a atriz não ficou muito entusiasmada com a ideia de fazer um programa de treinamento para as cenas de luta por seis meses. Sorte da sueca Rebecca Fergunson, que foi escolhida depois que Tom Cruise a viu na minissérie The White Queen, da BBC. Ela é linda e impressiona. Deverá ter uma boa carreira em Hollywood depois disso.

Um detalhe, para aqueles que forem assistir em uma sala IMAX (vale a pena!), preste atenção na contagem regressiva antes de começar o filme. Foi feita especialmente para Missão impossível: Nação Secreta.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Gossip

A noite de ontem (21) chegou com uma terrível notícia vinda do set do filme Rust. Numa cena, Alec Baldwin disparou uma arma cenográfica....

Cinema

Ninguém pode dizer que Denis Villeneuve não é um homem corajoso. Afinal, ele fez a sequência de um dos filmes mais adorados pelos fãs...

Séries

Como provavelmente 99,9 % das pessoas, eu acho que o Gavião Arqueiro é o pior personagem dos Vingadores. Também não ajuda a falta de...

Moda

Hoje se comemora o Dia do Irmão. E me lembrei que essa semana, Jake Gyllenhaal foi para Veneza para dar apoio à sua irmã,...

Cinema

Boa parte da crítica norte-americana “acabou” com Caminhos da Memória, que estreia hoje nos cinemas. Eu discordo. Claro, o filme tem problemas, especialmente de...

Cinema

Hoje estava lendo uma matéria sobre Space Jam: Um Novo Legado, que deve estrear em julho. E me dei conta que o Space Jam...

Cinema

Para mim, Hugh Jackman é um dos mais completos atores do cinema atual. Ele canta, dança, e é ótimo ator. Na minha opinião, foi...

Cinema

Essa semana vi um romance que lembrava muito os melodramas de Douglas Sirk dos anos 50. Era O Amor de Sylvie. Toda direção de...