fbpx

The Perfection pretende ser terror, mas é ridículo!

É uma sensação engraçada quando você vê um filme na Netflix que estreou há alguns dias. Você acaba lendo algumas críticas feitas ao redor do mundo (na verdade, só as chamadas para não ler spoilers). E no caso de The Perfection, o suspense/terror com Allison Williams, vi tanto elogios como críticas bem pesadas. Ontem, aproveitei o domingo chuvoso para assistir ao filme. E o que achei?

É, não me convenceu. Charlotte (Allison Williams) foi uma violinista prodígio que teve que desistir de sua promissora carreira para cuidar da mãe doente. Dez anos depois, ela reencontra seu antigo mentor (Steven Weber) e sua nova pupila, Lizzie (Logan Browning), mas cada um deles tem suas próprias intenções.

O filme é dividido em quatro atos. Os dois primeiros são promissores. Mostram como Charlotte se aproxima de  Lizzie para obviamente destruí-la durante uma viagem à Ásia. Só que na segunda metade, a coisa muda de figura. Poderia ser interessante e diferente. Só que é tão absurdo, que não é possível ficar sem rir com os resultados. E, além disso, The Perfection também lembra em vários momentos a estrutura de Corra!, estrelado pela mesma Allison Williams.

A atriz, que muita gente conhece também do seriado Girls, entretanto está ótima como a psicopata. Merecia mais do que um filminho B risível. Afinal, quando você mais pensa sobre um filme de suspense/terror e começa a dar risada, tem algo errado na história. Essa cena, especialmente, é a mais ridícula!

Fotos de divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *