fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Têm três filmes de Timothée Chalamet chegando!

Timothée Chalamet é o “cara do momento” em  desde que estrelou  Me Chame pelo Seu Nome em 2017. Só que ele já estava por aí há um bom tempo. Lembra de Finn Walden, o filho do vice-presidente que foi morto num atentado a bomba na 2ª temporada de Homeland? Ou que ele fazia o papel de Tom em Interestelar, numa versão adolescente de Casey Affleck? Pois é, nem eu! Mas desde Me Chame pelo seu Nome, ele virou estrela, fez dois filmes badalados – Lady Bird – A Hora de Voar e Querido Menino. E agora neste final de 2019/início de 2020, estão chegando três novos e diferente momentos para você  ter a oportunidade de vê-lo novamente. Olha só:

O Rei

Nessa sexta (1), chega na Netflix o filme O Rei, estrelado por Timothée. Parcialmente inspirado nos textos sobre o rei Henry V da Inglaterra de William Shakespeare, o filme começa contando a história do jovem Hal. Após a morte de seu pai,  ele tem que se transformar em Henrique V (Timothée Chalamet)  ao ser coroado rei. Obrigado a comandar a Inglaterra, Henry precisa amadurecer rapidamente para manter o país consideravelmente seguro durante a Guerra dos 100 Anos contra a França.

O filme, que teve sua estreia mundial no Festival de Veneza, tem no elenco Robert Pattinson, com um sotaque ultra-carregado como o Delfim francês. E ainda Joel Edgerton, Ben Mendelsohn e Lily Rose-Depp, filha de Johnny Depp. Aliás, Lily e Timothée começaram a namorar logo depois que fizeram suas cenas juntos neste filme.

Um Dia de Chuva em Nova York

Esse é aquele filme de Woody Allen, que após a última controvérsia acabou ficando “na prateleira” por mais de um ano. Agora finalmente ele vai estrear no Brasil em 21 de novembro. Admiro muito Woody Allen como cineasta. Quanto às acusações feitas a ele, nunca nada foi efetivamente provado. Ele foi julgado e inocentado. De qualquer maneira, Timothée foi um dos atores que se disse arrependido de trabalhar com o diretor. Confesso que achei isso muito feio – afinal ele aceitou o trabalho quando a história já circulava há muitos anos. De qualquer maneira, el declarou ter doado todo o seu salário no filme para três instituições : o LGBT Center de Nova York, Time’s Up e a RAINN, uma organização que trabalha contra a violência sexual.

Na história ele é Gatsby, um apaixonado por Nova York, que decide passar um fim de semana na cidade ao lado de Ashleigh (Elle Fanning), sua namorada. Aspirante a jornalista, Ashleigh conhece o diretor de cinema Roland Pollard (Liev Schreiber), que a convida para a exibição de seu mais recente trabalho. Gatsby, por sua vez, encontra Shannon, a irmã mais nova de uma ex-namorada, com quem passa o restante da viagem. Um dia de chuva em Nova York será o suficiente para fazer com que Ashleigh redescubra suas paixões e Gatsby aprenda que só se vive uma vez.

Adoráveis Mulheres

O filme já teve várias versões para o cinema e para a TV desde os anos 30, quando Katherine Hepburn foi a jovem e inteligente Jo. Agora, depois do sucesso de Lady Bird, a diretora Greta Gerwig pegou essa velha história e a refez com um elenco all-star. Saoirse Ronan (Jo), Emma Watson (Meg), Florence Pugh (Amy) e Eliza Scanlen (Beth) são as irmãs March. Vivendo com a mãe, Marmee (Laura Dern), elas enfrentam problemas crescentes como falta de dinheiro, tragédias familiares e rivalidades românticas na Massachusetts de meados do século 19.

Timothée faz o vizinho rico Laurie, o eterno apaixonado por Jo. Esse papel já foi feito por gente como Peter Lawford (na segunda versão), e o melhor deles, Christian Bale, na versão  de 94, indicada para três Oscars. É esperar para ver se Timothée  Chalamet conseguirá ser tão bom quanto ele.

O filme está programado para estrear nos cinemas brasileiros em 9 de janeiro. Ele já é considerado um dos grandes favoritos a ter várias indicações ao Oscar de 2020.

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Cinema

Há certos tipos de humor que, sinceramente, não consigo entender. Por exemplo, lembro-me de uma época em que Orange is the New Black era...

Cinema

Mad Max: Estrada da Fúria foi um grande sucesso de público e crítica quando foi lançado em 2015. Na época, escrevi o seguinte na...

Cinema

É impossível não lembrar de John Wick ao assistir Fúria Primitiva. Afinal, trata-se de um filme sobre vingança , sobre alguém que  desafia os...

Streaming

A gente já viu essa história muitas vezes. O romance improvável entre estudantes ricos e pobres numa escola para milionários. Recentemente Elite fez muito...

Streaming

Houve um tempo em que Renny Harlin dirigiu grandes filmes de ação. É o caso de Risco Total e Duro de Matar 2, por...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Provavelmente você já ouviu falar da minissérie inglesa Bebê Rena, que está na Netflix. Muita gente tem me perguntado sobre ela nas redes sociais...

Streaming

Sabe aquela situação em que você acompanha filmes e séries que tem uma certa similaridade? Pois foi o que aconteceu com meu amigo José...

Streaming

Há muito tempo, eu assisti o filme clássico francês O Salário do Medo. Dirigido por Henri Georges Clouzot, tinha Yves Montand no papel principal....

Cinema

Mais de dois anos depois, a segunda parte de Duna chega aos cinemas nessa quinta. Duna : Parte 2 é mais grandioso, e tem...

Moda

O vestido preto nada básico dominou o Critics Choice Awards. Também várias optaram pelo branco. Mas os looks vermelhos foram os mais lindos. Já...

Moda

O red carpet do Globo de Ouro 2024 teve um pouco de tudo. Em geral, muito glamour. Muito rosa (influência de Barbie?), muitos looks...

Streaming

Gostei bastante  da programação de estreias da Prime Video em janeiro. Separei aqui 12 destaques. Tem filmes que já vi no cinema – alguns...

Cinema

O clássico A Fantástica Fábrica de Chocolate, de 1971, é um de meus filmes preferidos da vida. Mas tentei manter a cabeça aberta quando...