fbpx

Será que agora Amy Adams e Glenn Close vão ganhar o Oscar?

Estive desconectada durante a manhã e quando voltei, a primeira coisa que vi foi o nome de Amy Adams no trending topics do Twitter. A razão é simples. A Netflix lançou hoje o trailer de Era uma Vez um Sonho, que vai estrear em cinemas selecionados e no serviço em 24 de novembro. O  filme baseado no livro autobiográfico best seller de J.D. Vance, Era uma Vez um Sonho: A História de uma Família da Classe Operária e da Crise da Sociedade Americana. A razão da comoção é simples. O filme, dirigido por Ron Howard, é estrelado por Amy e por Glenn Close, simplesmente as duas atrizes vivas mais injustiçadas da história do Oscar.

Foi o suficiente para a internet começar a especular que esse poderia ser o veículo para as duas finalmente  conseguirem os seus Oscars. Glenn já concorreu sete vezes. Na última, com A Esposa, todo mundo achou que seria a vez dela, mas, surpreendentemente, Olivia Colman (A Favorita) acabou com a festa. Já Amy concorreu cinco vezes. Eu sinceramente acho que ela deveria ter ganhado como coadjuvante em Dúvida. Mas ela ainda está mais incrível em Grandes Olhos, pelo qual nem chegou a ser indicada. Entretanto, elas já ganharam várias vezes o Globo de Ouro. Glenn tem três troféus, sendo o último por A Esposa. Já Emmy tem dois, o último por Grandes Olhos em 2015.

A história do filme

Bem, as duas atrizes se enfeiaram bastante, o que já é meio caminho para conseguir um Oscar, rs. O filme conta a história de J.D. (Gabriel Basso, de Super 8), que foi criado pela avó. J.D. tem uma relação conturbada com a mãe (Amy Adams), que deu à luz a ele aos 18 anos. Anos se passam e ele deixa a cidade natal para se tornar um fuzileiro naval e estudar Direito. Só que quando está prestes a conseguir o emprego dos seus sonhos,  tem voltar para a cidade onde nasceu para tentar controlar mais uma crise familiar. Com as memórias marcantes da avó que o criou (Glenn Close), J.D. embarca em uma jornada de autoconhecimento e aceitação das influências de sua vida. Além de Amy e Glenn, o filme ainda conta com Freida Pinto, Haley Bennett e o veterano Bo Hopkins.

 

Existem 1 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *