fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Será que agora Amy Adams e Glenn Close vão ganhar o Oscar?

Estive desconectada durante a manhã e quando voltei, a primeira coisa que vi foi o nome de Amy Adams no trending topics do Twitter. A razão é simples. A Netflix lançou hoje o trailer de Era uma Vez um Sonho, que vai estrear em cinemas selecionados e no serviço em 24 de novembro. O  filme baseado no livro autobiográfico best seller de J.D. Vance, Era uma Vez um Sonho: A História de uma Família da Classe Operária e da Crise da Sociedade Americana. A razão da comoção é simples. O filme, dirigido por Ron Howard, é estrelado por Amy e por Glenn Close, simplesmente as duas atrizes vivas mais injustiçadas da história do Oscar.

Foi o suficiente para a internet começar a especular que esse poderia ser o veículo para as duas finalmente  conseguirem os seus Oscars. Glenn já concorreu sete vezes. Na última, com A Esposa, todo mundo achou que seria a vez dela, mas, surpreendentemente, Olivia Colman (A Favorita) acabou com a festa. Já Amy concorreu cinco vezes. Eu sinceramente acho que ela deveria ter ganhado como coadjuvante em Dúvida. Mas ela ainda está mais incrível em Grandes Olhos, pelo qual nem chegou a ser indicada. Entretanto, elas já ganharam várias vezes o Globo de Ouro. Glenn tem três troféus, sendo o último por A Esposa. Já Emmy tem dois, o último por Grandes Olhos em 2015.

A história do filme

Bem, as duas atrizes se enfeiaram bastante, o que já é meio caminho para conseguir um Oscar, rs. O filme conta a história de J.D. (Gabriel Basso, de Super 8), que foi criado pela avó. J.D. tem uma relação conturbada com a mãe (Amy Adams), que deu à luz a ele aos 18 anos. Anos se passam e ele deixa a cidade natal para se tornar um fuzileiro naval e estudar Direito. Só que quando está prestes a conseguir o emprego dos seus sonhos,  tem voltar para a cidade onde nasceu para tentar controlar mais uma crise familiar. Com as memórias marcantes da avó que o criou (Glenn Close), J.D. embarca em uma jornada de autoconhecimento e aceitação das influências de sua vida. Além de Amy e Glenn, o filme ainda conta com Freida Pinto, Haley Bennett e o veterano Bo Hopkins.

 

1 Comentário

1 Comentário

  1. Luara

    14 de outubro de 2020 às 10:29 pm

    Que comentário desnecessário sobre as atrizes terem se enfeiado no filme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de ler

Cinema

Pronto para as dicas da semana? O lançamento mais badalado da semana é de cinema. Finalmente chegou a esperada adaptação de Duna. Já houve...

Streaming

Tenho um certo preconceito com histórias onde mulheres de quase 30 anos ainda continuam se desesperando por causa de fins de relacionamentos. Isso pode...

Streaming

Faz tempo que ouço falar sobre Abe. O filme, dirigido por Fernando Grostein , se passa em Nova York. E tem Noah Schnapp ,...

Streaming

Quando você fala em filmes sobre professores, alguns logo vêm à mente. É o caso de Robin Williams em Sociedade dos Poetas Mortos. Ou...

Streaming

Hoje (15) tem o lançamento da terceira temporada de Você. É interessante ver que a série hoje é esse enorme sucesso na Netflix. Tanto...

Streaming

Selena Gomez virou trending topics essa semana pelo rumor que estaria namorando Chris Evans. Os fãs só falavam nisso. Seria bom vê-la feliz depois...

Streaming

Você era fã de Fez, Kelso e Jackie? Para quem assistia That 70’s Show, esses nomes são mais do que conhecidos. A série, e...

Séries

O Mundo Sombrio de Sabrina terminou em 2020 após quatro temporadas na Netflix. A série contava a história de Sabrina Spellman (Kiernan Shipka). Ela...