fbpx

Os filmes inesquecíveis de Joel Schumacher

 data-srcset

Hoje o cinema se despediu de Joel Schumacher. Aos 80 anos, ele vinha batalhando há algum tempo contra um câncer. Começou sua carreira como figurinista e cenógrafo, e fez mais de 30 filmes em Hollywood. Seus filmes sempre tinham um visual carregado, às vezes exagerado, mas que ficavam na memória depois que você deixava a sala de cinema. Sim , ele teve um grande erro, que foi Batman e Robin, um grande fracasso. Mas ele mesmo reconhecia seu erro, dizendo que tinha ido muito longe para fazer um filme para família, conforme pressão do estúdio. Costuma inclusive pedir desculpas aos fãs que ficaram desapontados durante entrevistas.

Mas apesar de erros, como Número 23, por exemplo, Joel Schumacher foi responsável por filmes que foram muito importantes em diversos momentos, pelo menos para mim. Alguns até podem ter envelhecido, pois eram muito ligados à uma época, mas tiveram um impacto perene na história do cinema.  E estão entre os meus favoritos da vida.

O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas

Esse está entre os meus Top 10 da vida. Assisti no último ano da faculdade, então teve um efeito devastador em mim. Sete amigos recém-formados lutam para se adaptar às responsabilidades da vida cotidiana. Leslie (Ally Sheedy) e Alec (Judd Nelson) tentam salvar seu romance em crise. Wendy (Mare Winningham) esconde seu amor por Billy (Rob Lowe), ainda em busca de aventuras. Kevin (Andrew McCarthy) é um escritor que despreza o amor até se apaixonar pela namorada  do melhor amigo. Kirbo (Emilio Estevez) é um estudante de direito que persegue uma mulher mais velha e Jules (Demi Moore) é uma bela e neurótica jovem que pinta um intenso quadro da vida sem meios termos. Disponível na HBO Go

Os Garotos Perdidos

Um daqueles filmes inesquecíveis da época da adolescência. Os irmãos adolescentes Michael e Sam  (Jason Patric e Corey Haim) se mudam com a sua mãe (Dianne Wiest) para uma pequena cidade no norte da Califórnia. Enquanto o jovem Sam encontra novos amigos com interesses semelhantes, o angustiado Michael acaba se apaixonando por Star (Jami Gertz), que está envolvida com David (Kiefer Sutherland), o líder de uma gangue local de vampiros. Ao se dar conta do que está acontecendo, Sam e seus novos amigos embarcam na missão de salvar Michael e Star dos mortos-vivos. Disponível para aluguel e compra na Apple TV e na Microsoft.

Linha Mortal

Um suspense daqueles inesquecíveis, que teve uma refilmagem bem inferior em 2017, Além da Morte. Estudantes de Medicina fazem experiências com a vida após a morte, provocando a morte clínica com a ajuda dos colegas. Cada um tenta ficar do “outro lado” o maior tempo possível, até que o experimento gera uma inesperada consequência. No elenco estão Julia Roberts, Kiefer Sutherland, Kevin Bacon, Billy Baldwin e Oliver Platt. Disponível na HBO Go

O Fantasma da Ópera

Muita gente  não gosta, acha exagerado. Eu acho maravilhoso, especialmente Gerard Butler como o fantasma, claro, rs. O Fantasma, em seu esconderijo em baixo de uma casa de ópera em Paris, no Século 19, planeja uma forma de se aproximar da vocalista Christine Daae (Emmy Rossum). Ele, usando uma máscara para esconder seu rosto deformado, consegue os papéis principais para a estrela. Só que ela se apaixona pelo benfeitor das artes, Raoul (Patrick Wilson). O Fantasma cria então um plano para manter Christine ao seu lado. Disponível para aluguel e compra no Google Play e na Apple TV.

Um Dia de Fúria

Até hoje ainda se faz referências a esse filme brilhante, que tem uma das melhores atuações de Michael Douglas. Um policial (Robert Duvall) tenta deter as atitudes violentas de William Foster (Michael Douglas), um homem de meia-idade estressado, que está desempregado e em processo de divórcio. Frustrado com o trânsito, o homem fica enfurecido, quando seu carro quebra em um engarrafamento gigante em uma das rodovias da área de Los Angeles. Disponível na HBO Go

O último trabalho  de Joel Schumacher como diretor foi em dois episódios da primeira temporada de House of Cards. Foi premiado no festival de San Sebastian com O Custo da Coragem (2003), e indicado em Berlim, com 8 MM (1999), e em Cannes, com Um Dia de Fúria (1993).

Schumacher dirigindo Cate Blanchett em O Custo da Coragem

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *