fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Os astros que devem estar na temporada de premiações falam sobre tudo

A Hollywood Reporter fez estas  interessantes (mais que interessantes, incríveis na verdade) mesa redonda com os atores e as atrizes, que tem grandes chances de conseguirem indicações na temporada de premiações, que começa daqui a pouco mais de um mês. E cada uma delas teve declarações ótimas onde se discutiu de tudo sobre cinema. Entre os atores estavam Will Smith (Concussion), Michael Caine (Youth), Samuel L. Jackson (Os Oito Odiados), Joel Edgerton (Aliança do Crime), Benicio Del Toro (Sicario: Teera de Ninguém) e Mark Ruffalo (Spotlight) Todos os filmes, com exceção de Aliança do Crime, vão estrear nos cinemas somente no ano que vem. Já entre as atrizes, estavam Jennifer Lawrence (Joy: O Nome do Sucesso), Kate Winslet (Steve Jobs), Helen Mirren (A Dama Dourada/ Trumbo), Brie Larson (Room), Cate Blanchett (Carol), Jane Fonda (Youth) e Charlotte Rampling (45 Anos). Destes, A Dama Dourada e 45 Anos já foram exibidos.  Os vídeos das entrevistas estão disponíveis no site thehollywoodreporter.com (somente em inglês) ms eu separei aqui uma declaração de cada um desses grandes atores sobre cinema, sexismo, papéis, início da carreira, preconceito racial, tecnologia e os primeiro tempos. Dê uma olhada:

Will Smith – “Tive desapontamentos, mas a cada um deles eu voltava com uma nova atitude. Mas a primeira vez que as coisas não aconteceram da maneira como eu queria foi em As Loucas Aventuras de James West. Eu tinha acabado de sair de Men in Black, e parecia que tudo seria “Ah, nós não falhamos”, mas quer saber? eu me sentia como “Oh, que tragédia!””

Samuel L. Jackson – “Estes filmes [de super-heróis] tem muito pouco a ver conosco. As pessoas adoram super-heróis, e felizmente,nós estamos neles, mas eles não são dependentes de nós. Eles podem colocar aquele tapa-olho num outro cara, e vai funcionar da mesma maneira. O cara verde pode ser qualquer um. Você troca Terrence Howard por Don Cheadle e ninguém percebe.”

Michael Caine – “Quando eu vim para os Estados Unidos pela primeira vez, eu estava na Universal, e meu bangalô ficava ao lado do de Alfred Hitchcock. E ele me ofereceu um papel em seu filme [Frenesi] para fazer um assassino de mulheres sádico, que era uma história verdadeira que aconteceu na Inglaterra. Este homem matou 13 mulheres e as cortou. Hitchcock queria que eu o interpretasse, e eu recusei. Ele nunca mais falou comigo novamente.”

Joel Edgerton – “Eu tive um pequeno problema com conhecer John Connolly [ o personagem real que ele interpreta em Aliança do Crime]. John está numa prisão federal há 40 anos. Mas ir até lá, visitar esse cara na prisão e dizer, “Hey, eu sei que você tem uma versão dos eventos, mas eu vou fazer um filme e dizer que você é o vilão,” me parece desonesto. Ele foi muito claro sobre o que aconteceu, que foi um bode expiatório. E o filme estava dizendo uma coisa completamente diferente. Então falei com seus colegas, e tinha um monte de material sobre ele. Achei que seria errado ir até lá e “mamar” nele.”

Mark Ruffalo – ” Eu passei muito tempo com [ o jornalista Mike Rezendes, que ele interpreta em Spotlight] porque no´s estávamos falando da vida real de pessoas, e as apostas eram altas. Você tem que fazer a história certa, porque senão será partido em pedacinhos como um pedaço de pão num koi pond. Você será devorado vivo.”

Benicio del Toro – “Tudo o que você tem que fazer é ler a história. Se você ler a história dos Estados Unidos, você saberá que há preconceito, e que está evoluindo. Uma das coisas que me disseram quando cheguei aqui foi, “Mude seu nome.” Talvez este tenha sido um dos maiores erros que cometi em minha vida, não ter trocado meu nome.”

Jane Fonda – “Eu nunca desejei ser uma atriz. meu pai era um ator e nunca trouxe felicidade para casa, então eu nunca vi isso como algo que eu queria fazer. Mas eu fui demitida de meu emprego como secretária, e comecei a estudar. Então Lee Strasberg disse que eu era talentosa, e eu comecei a  a fazer isso só para ganhar dinheiro. E levou muito tempo para que eu aprendesse a amar isso.”

Jennifer Lawrence – “Sempre há um problema em tudo o que você faz, mas isso não vai parar você ou fazê-la mudar alguma coisa. E isso [o sexismo] não é um problema só de Hollywood. Quando você fala sobre papéis de homens e mulheres, os homens certamente terão uma vida mais longa. Homens podem fazer o papel principal sexy por 20 anos mais que as mulheres.”

Carey Mulligan -” Sempre há coisas que você acha que serão difíceis. Eu fiquei nua uma vez, e pensei, “Oh, isso vai ser um pesadelo”, e no final foi ok.. É como se fosse, “F-se, agora eu estou pelada e ninguém mais está. Isso é hilariante”. Mas [ a pior parte de atuar] nunca é uma coisa única. É mais como todo o personagem. Eu acho realmente difícil – tentar fazer com que o persoangem seja consistente enquanto você está filmando tudo fora de ordem.”

Cate Blanchett -” Há sempre muitas versões [ de uma história real], dependendo de com quem você fala. O ponto de vista de uma pessoa terá que levar a história. Um filme não é um documentário. E o que é maravilhoso em um filme é que isso é uma provocação real para as pessoas. Eu nunca, nunca mesmo, vejo um filme como uma versão absoluta da verdade.”

Charlotte Rampling – “[Com a idade] você fica cada vez mais  “carregada” por sua vida e pela vida que você observa. Quando eu era mais jovem, eu queria ficar mais velha, para ter mais conhecimento, mais entendimento. Eu hoje sou muito mais tolerante com os outros e comigo mesma. Eu não me rebelo todo o tempo, não fico com tanta raiva. mas todos esses sentimento são realmente úteis [quando você é jovem] porque eles nos incendeiam, desde que eles não nos façam perder o controle”.

Brie Larson -” Eu comecei a atuar quando tinha 7 anos, e eu sempre era errada. Eu sempre ia até o final do processo de testes, mas não era o pacote perfeito em uma única pessoa. Eu não era um clichê, e isso sempre esteve contra mim. Eu não era bonita o suficiente para ser a garota popular, não era estranha o suficiente para ser a estranha, então eu nunca me encaixava. E eu sempre chegava perto, mas nunca conseguia, e isso era realmente doloroso.”

Helen Mirren – “Você tem a responsabilidade de se parecer com eles [ personagens reais], soar como eles e talvez andar como eles. Mas a jornada essencial é a mesma, realmente, de um personagem fictício, que é a jornada da imaginação. A grande vantagem dos reais é que você não tem que criar um passado para eles. E a verdade é sempre mais interessante que a ficção, não é?”

Kate Winslet – “Eu sempre me inspirei em atrizes mais velhas do que eu. Porque eu sei que aquela pessoa viveu muito mais do que eu. Há uma outra “caixa de ferramentas”… E meu marido é muito presente, isso também faz que o trabalho seja mais fácil, Eu não me sinto culpada. Porque eu sei que ele estará lá durante o café, almoço e jantar das crianças se eu não estiver.”

 

 

1 Comentário

1 Comentário

  1. Eduardo pepe

    26 de novembro de 2015 às 9:18 pm

    Cate tambem tem Truth na manga esse ano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

A gente tem que admirar o Chris Hemsworth. Não só pelas razões óbvias já que ele é lindooooo. Mas também porque parece ser boa...

Cinema

Alguns devem se lembrar da série Duro na Queda (The Fall Guy). Ela durou de 1981 a 1986. Mostrava Lee Majors como um dublê,...

Cinema

Lisa Marie Presley ficou em silêncio desde a morte do filho, Benjamin, em julho de 2020. Relembre aqui a notícia. Mas, como tudo nessa...

Séries

Essa é a semana em que as redes de TV americanas anunciam sua nova programação depois da loucura dos cancelamentos. Eu separei aqui nove...

Streaming

Filmes sobre adultos que tem que voltar para o colégio por alguma razão são sempre divertidos. 17 Outra vez, Sexta-feira muito louca, Billy Madison,...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Eu assisti o trailer de Avatar: O Caminho da Água, na terça-feira da semana passada durante a exibição para a imprensa de Doutor Estranho...

Premiações

Jodie Comer é uma atriz que está ficando cada vez mais poderosa. Depois do triunfo da série Killing Eve e do  filme O Último...

Moda

Difícil ver tudo e falar sobre tudo que aconteceu no Met Gala 2022. Era muita gente – era muito estranho ver aquela fila enorme...

Cinema

Vin Diesel parece que está determinado a fazer de Velozes e Furiosos 10 como um grande acontecimento. Em tese, este será o último filme...

Premiações

A cerimônia do Oscar foi longa, e sem surpresas entre os premiados. Uma pena! Por alguma razão No Ritmo do Coração encheu os votantes...

Streaming

O último filme – aquele que faltava-  dos candidatos a melhor filme que vi no cinema foi Drive my Car. Assim como Parasita há...

Streaming

O Projeto Adam, com Ryan Reynolds, estreou na última sexta na Netflix. E logo se tornou o filme número 1 da empresa em visualizações....

Premiações

O Critics Choice acabou confirmando várias coisas que a gente já sabia/desconfiava na Temporada de Premiações. Ataque dos Cães é o grande favorito. Jane...