fbpx

O politicamente incorreto Vizinhos 2 está no cinema

 data-srcset

Esse é o típico filme onde a expressão “prazer com culpa” (guilty pleasure) tem tudo a ver. A continuação de Vizinhos, de 2014, que deu muito dinheiro – fez mais de 270 milhões de dólares – em todo o mundo, Vizinhos 2 também tem um humor politicamente incorreto, mas de qualquer maneira pode ter certeza que vai fazer você dar risada. Ele chegou esta semana aos cinemas, trazendo o reforço de Chloe Grace Moretz fazendo coisas que você nunca imaginaria.

Depois que tudo acabou bem no último filme, Mac (Seth Rogen) e Kelly (Rose Byrne) estão prestes a ganhar um segundo filho e prontos para se mudar para o subúrbio. Só que na hora em que o casal decide vender a casa, eles percebem que as vizinhas ao lado são de uma fraternidade muito mais sem limites que a anterior. As garotas da Kappa Nu estão cansadas das restrições da faculdade e decidiram criar uma república onde podem fazer festas, e  tudo mais que desejarem. A única saída então será chamar Teddy (Zac Efron), seu antigo vizinho, para ajudá-los a combater as estudantes. De novo!

A líder das meninas de Kappa Nu é o papel de Chloe Grace, capaz de fazer coisas bem piores do que Zac Efron no filme anterior. Algumas piadas são realmente grossas, mas no final, o filme parece menos ofensivo que o primeiro Vizinhos. Apesar que uma cena inicial com vômito, o uso de absorventes usados como arma e algumas outras cenas sejam bem incômodas.É interessante ver, entretanto, que há uma tentativa do filme de ser feminista, de um jeito meio torto, mas tudo bem, já que as meninas montam a nova fraternidade buscando direitos iguais aos dos meninos.

Não gosto particularmente de Seth Rogen, mas ele está mais aceitável que na maioria de seus outros filmes. Já Chloe e Zac são fofos e divertidos sempre. Aliás, Zac está bem como ator e com um senhor corpo. Vale a pena ver! O filme tem ainda participações especiais de Kelsey Grammer, Selena Gomez e Lisa Kudrow. Haviam outras, como Lena Dunham como Joana D’Arc, e LL Cool J como o pai de Beth (Kiersey Clemons), mas estas não passaram na edição final.

O filme termina de uma maneira um pouco estranha,  meio sem graça. Você vai ficar até esperando uma cena pós-crédito, uma “tiração de sarro”, mas ela não acontece. Acho que todos os envolvidos querem deixar claro que não pretendem fazer um terceiro Vizinhos.

 

 style
 style

Existem 1 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *