fbpx

O lindo romance dessa Sociedade Literária da Netflix

Sou uma romântica incurável, e meu gosto por esse tipo de história vai desde filmes teen, como A Barraca do Beijo, até reencontros de terceira idade como Nossas Noites. E ontem resolvi assistir finalmente a um filme que, de cara, me chamou atenção pelo título, A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata. Se você gosta de filmes lindos e românticos, não pode deixar de ver esse. Está disponível na Netflix.

Baseado no livro de Mary Ann Shaffer e Annie Barrows que foi publicado em 2008, começa contando como Juliet Ashton, uma escritora conhecida, e Dawsey Adams começaram a se corresponder por carta logo após a guerra, falando sobre seu amor por livros, experiências de vida e também sobre um clube do livro local chamado A Sociedade Literária de Guernsey e a Torta de Casca de Batata. As histórias conquistam Juliet, que resolve escrever sobre eles. Ela vai então até a ilha de Guernsey, localizada no Canal da Mancha, e que havia sido ocupada pelos nazistas, deixando  para trás até mesmo seu lindo noivo apaixonado em Londres. O filme mostra como essa jornada, conhecendo cada um dos membros do clube, vai mudar a vida de todos.

Esse é um daqueles filmes que mostram de maneira adorável as coisas boas da vida: escrever, comida (mesmo que ela seja ruim), bons livros, personagens incríveis, e, é claro o valor da amizade.  Além de entreter, fazer rir, emocionar o filme ainda mostra um lado da história  que eu realmente não sabia. Que as ilhas  britânicas de Guernsey e Jersey ficaram sob o poderio nazista até o fim da segunda Guerra Mundial. Esse é apenas um dos muitos caminhos que o filme percorre, todos eles fascinantes, e alguns deles inesperados. Um brilhante trabalho do diretor Mike Newell, que conhece bem de romance. Afinal, ele fez Quatro Casamentos e um Funeral e Grandes Esperanças.

O elenco é um destaque à parte. Começando por Lily James, em papel que foi considerado para Michelle Dockery e Rebecca Fergunson em diferentes momentos. Com certeza, ela tem uma vivacidade e uma verdade que  nunca vi em outra atriz de sua geração. É fácil ver a razão pela qual todos os homens se apaixonam por ela em todos os seus filmes (Lily também está em cartaz nos cinemas com a sequência de Mamma Mia). Como seus dois apaixonados (menina de sorte!) em Sociedade Literária... estão Michiel Huisman, que mesmo sem o cabelo comprido e a barba de A Incrível História de Adeline, continua … interessantíssimo (rs, repare na cena do quarto!!), e Glen Powell, que esteve em outro romance de sucesso da Netflix, O Plano Imperfeito.

Além disso, o filme tem uma atração especial para os fãs de Downton Abbey. Algumas locações são as mesmas da série,  e o elenco conhecido fez quase uma festa de reunião aqui. Além de Lily,  que faz Juliet e foi Lady Rose em DowntonSociedade Literária ainda conta com Penelope Wilton (Isobel Crawley / Amelia), Jessica Brown Findlay (Lady Sybill/ Elizabeth) e Matthew Goode (Henry Talbot/ Sidney).

Todas as fotos são de @Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *