fbpx

Muito bom! Uma análise sobre Como não Perder essa Mulher

 data-srcset

A carreira de Joseph Gordon-Levitt é única. Começou como ator infantil fazendo participações em várias séries como Doutora Quinn  e Dark Shadows. No cinema, teve alguns papéis de destaque em filmes como Nada é para Sempre e A Jurada (ele era o filho de Demi Moore, lembram?). Muitas meninas devem também se lembrar dele como o amigo de Heath Ledger em 10 Coisas que Odeio em Você.

Até aí, normal. Mas então a carreira deu uma guinada para cima quando fez 500 Dias com Ela, um sucesso do cinema independente. A partir daí, deu tudo certo . A Origem, Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Looper – Assassinos do Futuro e Lincoln. Ele resolveu então dar um passo diferente. Dirigiu, escreveu o roteiro e estrelou  Como não Perder essa Mulher, com Scarlet Johansson e Julianne Moore. E novamente se deu bem. O filme custou aproximadamente 6 milhões de dólares e rendeu, somente nos Estados Unidos, mais de 24 mlhões. Além disso, a crítica também gostou. Ele está concorrendo ao prêmio Spirit pelo melhor filme de estréia.

Tudo isso é merecido. O filme é bom, sensual, romântico e divertido. Gordon-Levitt é Jon, um cara obcecado por pornografia pela internet. Ele sai todas as noite e transa com mulheres diferentes até que conhece aquela que julga perfeita, Barbara (Scarlet Johansson, é claro). Ela se faz de difícil e ele acaba apaixonado. Mas as coisas não são tão fáceis. Além de ser difícil para ele deixar os vídeos que tanto gosta, volta a estudar e conhece uma estranha mulher mais velha, Esther (Julianne Moore).É interessante acompanhar  a trajetória destes personagens, extremamente ricos. Especialmente a atuação de Johansson. Normalmente não gosto dela como atriz mas neste filme tenho que reconhecer que ela se superou num papel que Gordon- Levitt escreveu especialmente para ela  . É uma grande atuação que vai do sedutor ao chatíssimo. Perfeita!

Ainda tenho que ressaltar o trabalho de Julianne Moore.  Como uma mulher mais velha, é muito fácil acreditar no interesse de Jon por Esther. E aí entra o trabalho dos atores. Que estão ótimos! Outro destaque é a participação dos amigos. Anne Hatthaway e Channing Tatum (que era a primeira opção para o papel de Jon), fazem uma divertida e inesperada participação especial.  Também os veteranos Gleene Headly  e Tony Danza (que atuou com Gordon-Levitt quando este tinha somente 11 anos em Os Anjos entram em Campo), como os pais de Jon, estão ótimos!

Ou seja, vale a pena ver. Talvez não seja o filme ideal para ver com a namorada/namorado. Mas é muito bom!!!

Existem 1 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *