fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Mensagens de Toronto para o Oscar

O Festival de Toronto vai até o dia 14 de setembro mas já deu algumas mensagens importantes sobre possíveis candidatos ao Oscar. Alguns você com certeza não esperaria encontrar numa lista de indicados. Mas pela reação do público e da crítica é bom se preparar e já anotar os nomes dos filmes para não perder quando eles chegarem aos cinemas.

Muita gente não leva Jennifer Aniston muito a sério. Talvez por sua preferência por comédias, por sua história com Friends e até por toda aquela história do final do casamento com Brad Pitt. Mas agora parece que o filme Cake vai fazer com que ela dê a volta por cima. Para se ter uma ideia, o público aplaudiu de pé sua atuação no final da primeira exibição no festival. Além de se apresentar sem maquiagem e com uma cicatriz horrorosa, ela ainda está “maravilhosa de cortar o coração, alternando momentos dramáticos e divertidos como uma mulher que sofre de uma dor crônica e fica obcecada com o suicídio de uma mulher”, segundo o site Deadline.

Reese Whiterspoon já é dona de um Oscar (por Johnny e June) e agora pode conseguir mais uma indicação com Wild, um pequeno filme independente sobre uma mulher que resolve fazer uma caminhada de 1.100 milhas como forma de fugir de seus problemas. Parece um pouco a versão feminina de 127 Horas que, coincidência ou não, deu uma indicação de melhor ator para James Franco. Mas, também sem maquiagem e sem glamour algum (uma boa maneira de impressionar os votantes do Oscar), Reese conseguiu excelentes comentários.

Quem também tem boas chances na categoria de melhor ator é Eddie Redmayne (o mocinho de Os Miseráveis, lembra?). Ele faz o papel do famoso físico Stephen Hawking em A Teoria de Tudo. O filme mostra o relacionamento entre Hawking e sua mulher Jane Wilde (Felicity Jones, que também pode levar uma indicação) especialmente a partir do momento que o brilhante físico começa a sofrer com sua doença degenerativa.

Outro filme que com certeza vai levar não só uma, mas várias indicações, é Foxcatcher. Especialmente para Steve Carell, irreconhecível em fotos e segundo a imprensa americana, simplesmente maravilhoso como John DuPont, um personagem verdadeiro que era o patrocinador do campeão olímpico de luta livre Mark Shultz (Channing Tatum). Mark Ruffalo completa o trio que todos dizem estar incrível.

Outras possibilidades para o Oscar deste ano, independente de Toronto: Michael Keaton (sim, por mais absurdo que pareça) por Birdman, Timothy Spall – Mr. Turner, Benedict Cumberbatch – The Imitation Game, a sempre presente Amy Adams por Big Eyes, Meryl Streep por Into the Woods (eles a indicam sempre então por que não por este?) e Shailene Woodley, que ganharia fácil se dependesse do voto do público por A Culpa é das Estrelas.

Como sempre, aqueles que se enfeiam, sofrem, tem doenças degenerativas e/ou terminais ou fazem um papel totalmente diferente daquilo que você espera tem grandes chances de conseguir uma indicação. Não é mesmo, Matthew McConaughey?

Eliane Munhoz

 

 

 

3 Comentários

3 Comments

  1. alfie

    12 de setembro de 2014 às 9:51 pm

    Meu palpite, depois do teu ótimo comentário, é que Eddie Redmayne e Jennifer Aniston vão levar o Oscar. Ele é fantástico, admiro desde aquele filme sobre Marilyn e Laurence Olivier, em que fazia o assistente de direção. E em Os Miseráveis, deu um realce incrível ao personagem. Ela é ótima atriz, mas nunca chama a atenção porque faz filmes leves e cômicos. Agora…

  2. Eduardo Pepe

    13 de setembro de 2014 às 11:54 pm

    Esse ano parece que vai ser muito bom na temporada de premiações! Ouvi falar muito também de Julianne Moore, que tem chances com dois filmes; como protagonista com Still Alice, como uma professora com alzheimer pré-coce, e provavelmente como coadjuvante por Maps To The Stars, onde encara o papel da atriz histérica e decadente.

  3. Liliane Coelho

    13 de setembro de 2014 às 11:58 pm

    Ótimo resumo! Mas senti falta, além de Moore já citada, de Robert Duvall como ator coadjuvante na dramédia O JUIZ e as coadjuvante femininas; Emma Stone em Birdman e Laura Dern em Wild.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Séries

Pretty Little Liars foi um grande sucesso durante suas sete temporadas. Duas das atrizes – Lucy Hale e Shay Mitchell – chegaram até a...

Streaming

Chris Evans parece querer bater as marcas de Dwayne Johnson como o cara que mais trabalha em Hollywood. Hoje foi anunciado mais um projeto...

Cinema

Os filmes de Thor sempre estiveram entre os meus favoritos da Marvel. Sim, mesmo aqueles que ninguém gostou. Talvez seja por causa de Chris...

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Streaming

O gênero da comédia romântica tem uma linguagem universal. Mas, é claro, que foi Hollywood que criou o esqueleto principal dessas histórias que envolvem...

Você também pode gostar de ler

Premiações

O American Film Institute realiza eventos anuais ( falhou nos anos da pandemia) para reconhecer o trabalho e a carreira de grande nomes da...

Streaming

Escrevi ontem uma matéria sobre as cinquentonas maravilhosas.  E, em seguida, várias pessoas me lembraram de outras que tinha esquecido. Então resolvi fazer uma...

Cinema

Filmes sobre histórias que envolvem cachorro são naturalmente emocionantes. Especial para quem, como eu, é apaixonada por eles. Dificilmente no fim eu não acabo...

Streaming

Dia das Mães chegando, e você fica buscando um programa para fazer com a sua. Então aqui tem seis sugestões de filmes para ver...

Streaming

Mais feriado chegando por aí, e eu tenho umas dicas bem legais de filmes e séries, cinema e streaming. Começando com cinema porque tem...

Cinema

Sandra Bullock é uma atriz que todo mundo gosta e admira. Mesmo em filmes ruins ela funciona. E em comédias românticas/de aventura, ela não...

Streaming

Rob Reiner é aquele diretor especialista no que chamo de “filmes amigos”. Esse são aqueles que quando você não acha nada de bom para...

Premiações

O SAG Awards sempre foi minha premiação preferida. Pena que por alguma razão além da minha compreensão, a TNT/TBS deixaram de exibir o evento....