fbpx

Jurassic World é para se divertir bastante !

Este era um dos filmes que eu mais estava esperando este ano. Não só porque sou uma fã incondicional do primeiro filme, que revolucionou o cinema-pipoca há mais de 20 anos. Mas também para ver como os realizadores iriam lidar com a expectativa deste reboot. Será que haveria algo totalmente inovador? Ou será que ele seria um desapontamento como as outras duas sequencias anteriores? Nem uma coisa nem outra, como você pode checar nos cinemas com a estreia de Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros.

O filme é uma aventura divertida e competente, com bons personagens, efeitos especiais e dinossauros obviamente incríveis. Quem for em busca de entretenimento, não sairá desapontado. Entretanto quem está esperando uma nova revolução de efeitos especiais e uma história imprevisível, ou seja, um marco do cinema como o primeiro Jurassic, esse sim, vai achar que não viu coisa alguma de novo.

O filme se passa 22 anos depois de todos os acontecimentos de O Parque dos Dinossauros. Agora um parque temático como a Disney World está aberto, exatamente como era o sonho de seu criador, John Hammond (aliás repare na estátua pela qual os personagens passam várias vezes. É ele). O lugar é hoje do bilionário Simon Masrani (Irrfan Khan), e coordenado pela gerente de operações Claire Dearing (Bryce Dallas Howard) tem sido um sucesso. Mas uma queda de público começa a incomodar os acionistas. Enquanto o ex-militar Owen Grady (Chris Pratt) conduz uma pesquisa comportamental com os Velociraptors, a equipe de geneticistas do parque liderada pelo Dr. Henry Wu (B.D. Wong, único do elenco do primeiro filme a retornar) resolve criar uma nova atração, algo que traga de volta o interesse do público. A criação perigosa é o dinossauro Indominus rex, criado em laboratório. Depois de um tempo em contenção, o novo dinossauro consegue escapar de seu cercado justamente quando os sobrinhos de Claire chegam à ilha para uma visita. Essa fuga em meio a milhares de visitantes força a equipe do parque a tomar medidas extremas para evitar um desastre de proporções catastróficas.

Outra atração especial são às várias homenagens ao primeiro filme. O restaurante, os binóculos, o jipe, além da menção constante ao sonho de John Hammond. Os meninos que fazem os sobrinhos de Claire são ótimos, especialmente o mais novo, Ty Simpkins , que  você conhece de Homem de Ferro 3, onde teve aquelas incríveis cenas com Robert Downey Jr.

Vincent D’Onofrio traz mais um vilão para sua galeria enquanto Chris Pratt está bem como o mocinho da vez. Bryce Dallas Howard, que apesar de todos os seus papéis em produções importantes nunca “aconteceu”, tem um bom momento aqui. Mas ninguém vai me convencer que ela iria conseguir correr daquele jeito, naquele tipo de terreno com aquele sapato. Qualquer mulher vai saber que é enganação (rs).

Desnecessário falar dos dinossauros. São incríveis. Mas sabe que no final me deu uma sensação de já ter visto aquela mesma cena (da luta) em Godzilla? Mas tudo bem, o importante é que a gente se diverte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *