fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

Eva Green brilha em O Lar das Crianças Peculiares, de Tim Burton

Muita gente ama os filmes de Tim Burton apaixonadamente. Apesar de admirar o seu estilo muito próprio, não sou uma dessas pessoas. Claro, tenho os meus favoritos, como A lenda do Cavaleiro sem Cabeça, Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas e também o recente Grandes Olhos. Mas creio que muitas vezes ele acaba se deixando levar pela loucura visual, sempre de tirar o fôlego, e não dá a atenção necessária para o roteiro e para o ritmo da história. É o caso de seu novo filme, O Lar das Crianças Peculiares, que está em cartaz nos cinemas. O filme é realmente lindo, mas…

Quando seu avô falece em circunstâncias misteriosas, o jovem Jacob começa a seguir pistas que ele teria deixado sobre um lugar mágico. Ao segui-las, Jacob acaba em uma ilha galesa, mas só encontra um orfanato abandonado. Só que é claro que nada é o que realmente parece, e o mistério e o perigo se aprofundam quando ele começa a conhecer o local e os seus moradores: crianças com poderes especiais chamadas de peculiares, além da Senhorita Peregrine, uma peculiar que comanda o orfanato e cuida de todos. Mas Jacob também conhece os inimigos poderosos de seus novos amigos, e, no final, descobre que apenas a sua própria peculiaridade especial poderá salvá-los.

O filme é baseado num livro muito popular de Ranson Riggs, que ainda escreveu duas sequências. Sua inspiração foram algumas fotografias antigas que ele achou numa feira de antiguidades, inclusive a de uma menina levitando. À primeira vista, essa história cheia de elementos curiosos e diferentes seria o projeto perfeito para Burton com o seu jeito que também pode ser chamado de peculiar.  Ele se cercou de parceiros tradicionais, como por exemplo, Danny Elfman para a trilha sonora, e Collen Atwood com um magnífico trabalho (digno de Oscar) nos figurinos.

Resultado de imagem para miss peregrine movie

Só que com suas pouco mais de duas horas, o filme se tornou cansativo, além do problema de tirar de cena a melhor figura do filme, a Miss Peregrine, em sua parte final. Aliás, Eva que também trabalhou com o diretor anteriormente, em Sombras da Noite, é o grande destaque do filme, simplesmente linda e grande atriz. Quem leu o livro, falou de grandes mudanças feitas no filme. Não sei dizer se foram melhores ou piores, já que não li as três obras, entretanto o roteiro bem que poderia ter tido alguns ajustes. O que parece é que num determinado momento faltou “vida” ao filme, que somente Eva parecia brilhar. As crianças especialmente não se destacam, nem mesmo o protagonista Jacob, vivido por Asa Butterfield, que era o garotinho de A Invenção de Hugo Cabret. Será que foi intencional do diretor? É claro que  o filme tem ainda Samuel L. Jackson, que como sempre, mas ele é sempre um mundo a parte em qualquer filme. Rs!

Resultado de imagem para miss peregrine movie

Com um orçamento de produção de 110 milhões, O Lar das Crianças Peculiares vai ter que chegar a pelo menos 300 para conseguir algum lucro e possibilitar a ideia de uma sequência. As perspectivas nos Estados Unidos é que nesse fim de semana de estreia (o lançamento é simultâneo com o Brasil), ele atinja 25 milhões, um número razoável. Se você vai embarcar no filme, depende muito de quanto você é fã do estilo de Tim Burton, com seus exageros visuais e personagens sempre um pouco diferentes. Eu achei que o filme é… bonito! E não mais que isso.

O diretor e sua estrela Eva, num vermelho Elie Saab, na pré – estreia do filme em Nova York.

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

Chris Evans parece querer bater as marcas de Dwayne Johnson como o cara que mais trabalha em Hollywood. Hoje foi anunciado mais um projeto...

Cinema

Os filmes de Thor sempre estiveram entre os meus favoritos da Marvel. Sim, mesmo aqueles que ninguém gostou. Talvez seja por causa de Chris...

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Streaming

O gênero da comédia romântica tem uma linguagem universal. Mas, é claro, que foi Hollywood que criou o esqueleto principal dessas histórias que envolvem...

Gossip

Ricky Martin sempre me passou a imagem de um cara gente boa, esforçado e bem-humorado. Cheguei a vê-lo na Broadway fazendo Che Guevara numa...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Não tem um enooormee lançamento – tipo a nova temporada de Bridgerton em março. Mas a Netflix tem algumas coisas bem interessantes em abril....

Cinema

Os dois filmes de Caça-Fantasmas, produzidos nos anos 80, são divertidos e deliciosos companheiros de tardes de toda uma geração. Atualmente estão disponíveis no...

Streaming

Véspera de feriado chegando e tem muita coisa boa estreando no cinema e no streaming . No cinema dois lançamentos bem diferentes. O primeiro...

Cinema

Filmes de ação estrelados por mulheres se tornaram praticamente um novo gênero no streaming. É só pensar em Charlize Theron (Atômica ainda é o...

Cinema

Guillermo Del Toro adora um terror. Está sempre envolvido em filmes e séries do gênero, seja como diretor ou como produtor.  Espíritos Obscuros, que...

Cinema

O feriado de Nossa Senhora de Aparecida me parece um bom dia para escrever a crítica do filme de Nossa Senhora de Fátima. Fátima:...

Cinema

O cinema de terror vem tendo cada vez mais visibilidade, mesmo em festivais e premiações. Em 2019, A Chorona, filme do gênero da Guatemala, ...

Cinema

M Night Shyamalan está entre meus diretores preferidos. Afinal, ele é o cara que fez O Sexto Sentido, Sinais, Corpo Fechado, A Vila, Fragmentado....