fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Estreias

A importância de 12 anos de escravidão

Outro dia, conversando com uma amiga sobre 12 anos de escravidão, falei sobre a minha dualidade de sentimentos com relação ao filme. Por um lado, acho extremamente importante que este assunto tenha sido trazido ao conhecimento do público. Uma parte horrenda da história que a maioria das pessoas não tem a menor ideia e todas as atrocidades cometidas. Ou seja, o argumento do filme é eficiente e merece seu lugar de destaque entre as produções cinematográficas.

Por outro lado, a realização do filme deixa a desejar. Quadradinho no formato, arrastado em alguns momentos, o filme dirigido por Steve McQueen é mediano como cinema, acadêmico demais, não trazendo nada de novo ou de instigante na forma de contar uma história. Ou pelo menos não que valha uma indicação ao Oscar de melhor filme.

Inspirado numa história real, 12 Anos de escravidão conta o que aconteceu com Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor). Um homem livre, que estudou e toca violino, ele é sequestrado e vendido como escravo. As tentativas de dizer quem é são todas frustradas. Ele logo é vendido para um fazendeiro (Benedict Cumberbatch), que é razoavelmente bom para ele. Mas logo ele é repassado para Edwin Epps (Michael Fassbender), um homem enlouquecido e mau, casado com uma megera assustadora (Sarah Paulson, ótima). Lá ele conhece Patsey (Lupita Nyong’o, na sua estreia no cinema), por quem o dono da fazenda é obcecado.

No elenco, todos estão muito bem. Chiwetel Ejiofor tem uma atuação forte, que lhe valeu um reconhecimento depois de anos como coadjuvante em filmes como Simplesmente Amor, Um Crime Perfeito e 2012. Lupita Nyong’o como Patsey tem várias cenas importantes e provavelmente deve levar o Oscar de coadjuvante. Outras participações memoráveis incluem Benedict Cumberbatch, Alfre Woodward, Brad Pitt e Paul Giamatti. Mas na minha opinião quem brilha mais é Michael Fassbender. Um homem apaixonado, obcecado, enlouquecido, seu Edwin Epps é especial. Uma pena que nas premiações deste ano ele tem a concorrência direta de Jared Leto, de O Clube de Compras de Dallas, que está absolutamente fantástico. Pena para ele e ótimo para nós que podemos observar estes dois grandes atores em cena.

No Oscar deste ano 12 anos de escravidão concorre em nove categorias. Filme, direção (Steve McQueen), ator (Chiwetel Ejiofor), atriz coadjuvante (Lupita Nyong’o), ator coadjuvante (Michael Fassbender), figurino, edição, cenografia e roteiro adaptado. Entre os prêmios mais importantes já ganhou o BAFTA e o Globo de Ouro. Mas será que leva o Oscar principal? Ou repetirá a história de Lincoln no ano passado que era o favorito e acabou levando só um prêmio?

Eliane Munhoz

2 Comentários

2 Comments

  1. Rafael Soares

    23 de fevereiro de 2014 às 1:11 pm

    Eu entendo plenamente você. Acho de fato um filme muito importante e que nunca troca a realidade por algo mais digestível ou deixa de mostrar cenas mais fortes. Por isso, a academia tem quase a obrigação de prestigiar o filme, mas “melhor filme”, hum… Não sei, acho o mais digno, mas de certa forma um pouco demais num ano que teve “Gravidade”, “Ela” e “O Lobo…”.

  2. Eduardo Pepe

    24 de fevereiro de 2014 às 7:29 pm

    Sou do time Gravidade, mas entendo as qualidades do filme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Gossip

Ricky Martin sempre me passou a imagem de um cara gente boa, esforçado e bem-humorado. Cheguei a vê-lo na Broadway fazendo Che Guevara numa...

Streaming

No sábado, a internet em casa ficou meio capenga então resolvi dar uma olhadinha em dois filmes da Amazon Prime que eu tinha baixado...

Streaming

Carnival Row estreou há uns três anos na Amazon Prime. Era uma daquelas séries que eu sempre pensava em começar a ver, mas acabava...

Streaming

Todo mundo estava esperando esses dois últimos episódios da quarta temporada de Stranger Things. Havia a preocupação de que um personagem principal morreria. E...

Streaming

O Star Plus não tem a quantidade de lançamentos novos como Netflix ou HBO Max. Mas tem umas coisas bem interessantes chegando.  Todas nesse...

Você também pode gostar de ler

Cinema

Depois do enorme sucesso de Homem- Aranha: Sem Volta para Casa, todo mundo ficou curioso para ver como seria o filme seguinte da Marvel....

Streaming

Talvez você já tenha ouvido falar de um filme dos anos 70 chamado O Homem que Caiu na Terra. É baseado em um best-seller,...

Streaming

Mais feriado chegando por aí, e eu tenho umas dicas bem legais de filmes e séries, cinema e streaming. Começando com cinema porque tem...

Cinema

Sandra Bullock é uma atriz que todo mundo gosta e admira. Mesmo em filmes ruins ela funciona. E em comédias românticas/de aventura, ela não...

Cinema

Eu sempre achei que Brad Pitt funciona muito melhor em comédias do que em dramas. É só lembrar de Queime depois de Ler, os...

Cinema

Em tempos recentes, grandes estrelas buscaram filmes de ação para transformar um gênero que é super dominado pelos homens. Foi o caso de Charlize...

Cinema

Sandra Bullock ficou três anos sem atuar – desde Birdbox, em 2018. Aí, de repente, vão chegar três filmes com a atriz com pequenos...

Moda

Casa Gucci estreou hoje nos cinemas. E sim, o figurino de Janty Yates é um dos destaques do filme. Mas, a gente acompanha também...