fbpx

Desde já um dos melhores filmes do ano, Whiplash: Em Busca da Perfeição, estreia nos cinemas

 data-srcset

Mesmo que o ano esteja apenas começando, eu já tenho um candidato ao melhor filme de 2015. Trata-se de Whiplash: Em Busca da Perfeição, que estreia este fim de semana nos cinemas. Quando fui assistir, tinha apenas a curiosidade de ver a interpretação de J.K. Simmons, um favorito em todas as premiações. Certamente não esperava um filme tão arrebatador, com uma edição tão envolvente e principalmente com a surpreendente atuação de Miles Teller como Andrew.

Andrew é um jovem baterista que estuda na escola de música de maior prestígio do país. Ele treina, pratica, muitas vezes até suas mãos ficarem machucadas. Seu maior objetivo, além de ser um músico diferenciado, é fazer parte do grupo do professor Fletcher (J.K. Simmons). Este deseja mais do que tudo a busca pela perfeição, encontrar um novo Charlie Parker, um dos maiores nomes do jazz. Ele não mede palavras, nem ações para conseguir o resultado que deseja. E é ainda mais cruel com aqueles que tem mais talento.

Todas as cenas entre Andrew e o professor deixarão você tenso e nervoso, como se estivesse presente naquela sala de aula. Um trabalho de mestre do diretor Damien Chazelle, que para conseguir fazer um filme com pouco dinheiro, o produziu inicialmente como um curta. Apresentou-o então no Festival de Sundance e, com o dinheiro do prêmio, o finalizou como um longa. Somente por essa trajetória, já valeria assistir.

Mas não é somente uma história de força de vontade de bastidores. É também um daqueles momentos diferenciados, onde você descobre que um ator pode ser muito mais do que poderia supor por suas participações em diversos filmes de ação e/ou comédias. É o caso de Miles Teller, uma revelação em todas as cenas em que aparece. É ele mesmo quem protagoniza os terríveis (no bom sentido) e dolorosos momentos com a bateria. As doces cenas entre ele e a namorada Nicole (Melissa Benoist, de Glee, também muito bem) são um perfeito contraponto com a raiva contida naquelas entre Andrew e o professor. Aliás, para que esperar a festa do Oscar? Deveriam já entregar o prêmio a J.K. Simmons. Aparentemente um vilão. Mas graças a um ator diferenciado, também alguém em busca da excelência.

Whiplash: Em Busca da Perfeição é o filme que você deve assistir esse ano!

 style
 style

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *