fbpx

Corra para o cinema para assistir Cinderela! Tão lindo!!!

Que menina não adorou o desenho de Cinderela? Era um de meus preferidos. Agora, a Disney fez o filme como parte de sua estratégia de modernizar seus clássicos, transformando-os em grandes produções com um elenco de primeira linha. Foi assim com Malévola no ano passado, agora com Cinderela, e no ano que vem será a vez de A Bela e a Fera.  Cinderela, que estreia este fim de semana no cinema, é simplesmente perfeito, uma deliciosa história que vai fazer todo mundo sorrir e suspirar.

A diversão já começa antes mesmo do filme começar. O curta fofíssimo com os personagens de Frozen-Uma Aventura Congelante, mostra os preparativos para o aniversário de Anna. Tem até uma canção feita especialmente para o curta. É uma graça. Então não se atrase, para não perder nem um minuto.

A história de Cinderela todo mundo já conhece. Aqui tem umas pequenas diferenças. Ela se chama Ella (Lily James). Vive uma vida feliz até que seu pai se casa novamente depois que fica viúvo de sua mãe. Ansiosa para apoiar o pai, Ella recebe bem a madrasta (Cate Blanchett) e suas filhas, Anastasia (Holliday Grainger) e Drisella (Sophie McShera), na casa da família. Mas quando o pai de Ella falece inesperadamente, a jovem é relegada à posição de empregada da família. Só que apesar da crueldade com que é tratada, Ella está determinada a honrar as palavras de sua falecida mãe e “ter coragem e ser gentil”. Especialmente com o belo estranho, Kit (Richard Madden) que ela conhece na floresta. Sem saber que, na verdade, trata-se de um príncipe, parece que sua sorte está prestes a mudar quando o Palácio manda convidar todas as donzelas do reino para um baile. Infelizmente, sua madrasta a proíbe de ir ao baile e, impiedosamente, rasga seu vestido. Mas, como em todo bom conto de fadas, surge ajuda, também conhecida como fada-madrinha (Helena Bonham-Carter), que aparece e – armada com uma abóbora e alguns ratinhos – que vai mudar a vida de Cinderela para sempre.

Toda a preparação para o baile e a chegada de Cinderela, com sua primeira dança são inesquecíveis. A direção de Kenneth Brannagh, geralmente um pouco pesada em outros filmes, aqui está leve, com excelentes soluções de efeitos especiais. Especialmente as transformações de abóboras, ratinhos, lagartos e gansos.

Lily James está simplesmente solar como Cinderela. Apesar de sua boa atuação em Downton Abbey, era difícil prever que se sairia tão bem. Como o príncipe, Richard Madden está de tirar o fôlego. Que olhos, que sorriso, que príncipe! Nunca poderia supor isso enquanto via Robb Stark em Game of Thrones (seu papel anterior).

Desnecessário dizer qualquer coisa sobre Cate Blanchett. Ela é ótima sempre. A madrasta nunca esteve tão bonita, vestida como uma estrela dos anos de ouro de Hollywood. Um trabalho maravilhoso de figurinos. E Helena Bonham-Carter diverte demais como uma fada- madrinha pouco convencional.

Como todo mundo sabe, o final é feliz. Mas não saia logo do cinema. Apesar de não ter cenas pós-créditos, vale ficar para ouvir Lily James e Helena Bonham-Carter cantando as músicas que ficaram famosas no desenho: A Dream is a Wish your Heart Makes e Bibbidi-Bobbidi-Boo. Imperdível!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *