fbpx

Conexão Perigosa pode esperar pela TV

conspiração perigosa

Você vê o anúncio de um thriller estrelado por Harrison Ford e Gary Oldman. Além dos dois, o filme tem ainda Richard Dreyfuss, Josh Holloway (de Lost), Embeth Davitz , e o jovem astro da franquia Jogos Vorazes (e irmão de Chris), Liam Hemsworth, como o “mocinho”. A história é ainda adaptada de um best-seller de sucesso, Paranoia, de Joseph Finder. Ou seja, com todo esse talento envolvido, o filme Conexão Perigosa, em cartaz nos cinemas, tem que ser bom certo? Infelizmente não.

Também não se trata de um dos piores filmes do ano, como muitos críticos americanos chegaram a falar na época de seu lançamento nos Estados Unidos. Lá o filme foi um enorme fracasso. O pior resultado de um filme de Harrison Ford. Com um custo de produção de 35 milhões de dólares, o filme rendeu apenas 7.3 enquanto esteve em cartaz por lá.

Aparentemente, o filme é muito diferente do livro do qual foi adaptado. Outro problema é o jovem Liam Hemsworth que, apesar de lindo e com várias cenas sem camisa, não funciona e não consegue transmitir a angustia e o desespero do personagem. E também o roteiro que não funciona com vários buracos. Infelizmente, para um filme que aborda novidades tecnológicas, ele parece muito antigo, como um filme feito há 20 anos.

Mas vamos a história: Liam é um jovem executivo júnior, que ao perder o emprego, acaba se envolvendo no meio de uma briga entre dois gigantes da indústria de tecnologia. Ele deverá buscar informações sobre um novo produto e repassar para o concorrente. As coisas se complicam ainda mais quando ele se apaixona por uma colega de trabalho e tem que envolvê-la  em seu plano.

Ou seja, já vimos este filme antes. Talvez ele até tenha algumas similaridades com A Firma, lembram? Mas, Conexão Perigosa precisava mesmo de um diretor e um roteirista melhores. Do jeito que saiu, ele não incomoda. Mas dá pra esperar passar na TV daqui a algum tempo.

Eliane Munhoz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *