fbpx

Alice através do Espelho é melhor que o primeiro

 data-srcset

Nunca fui fã da história de Alice no País das Maravilhas. Nem mesmo do desenho da Disney, que acho o menos brilhante de todos os clássicos. Quando Tim Burton resolveu levar a história para o cinema daquele jeito dele em 2010, nem fui assistir no cinema. Ainda mais porque era estrelado por uma das atrizes mais chatinhas da atualidade, Mia Wasikowska. Vi tempos depois na TV . É um filme muito bonito, visualmente falando. E só!  Agora, chega essa semana aos cinemas a sua sequência, Alice Através do Espelho. E quer saber? Eu até gostei!

Dessa vez Tim Burton não é o diretor, se envolveu somente como produtor. O novo é responsável é James Bobin, que é mais conhecido pelos filmes dos Muppets.  Faz um bom trabalho, levando uma certa emoção e um carinho para a história que eu pelo menos não senti no filme anterior. Prestes a perder tudo aquilo pelo que sempre lutou, Alice retorna ao fantástico mundo de Wonderland para salvar o Chapeleiro Maluco. Ele está muito deprimido pois começa a acreditar que sua família que ele julgava morta, pode estar viva. E ninguém acredita nele, nem mesmo Alice. Entretanto, mesmo assim, ela resolve buscar algumas respostas, e para isso tem que buscar um artefato guardado na fortaleza do Senhor do Tempo. Veja o trailer abaixo, a bela canção é Just Like Fire, interpretada por Pink:

A maioria do elenco está de volta.  Mia continua daquele jeito. Sim, chatinha, lhe falta vida, até mesmo em cenas de perseguição, no meio de tempestades, isso sem contar com o fim do mundo.Não sei o que vêem nela. Johnny Depp também retorna como o Chapeleiro, e Anne Hathaway e Helena Bonham- Carter continuam como as rainhas. Como novidade, tem a chegada de Sacha Baron Cohen como o Senhor do Tempo e Rhys Ifans como o pai do Chapeleiro. O filme também marca a última participação de Alan Rickman no cinema, como a Lagarta Azul, que virou Borboleta. O filme é dedicado a ele. Uma bela homenagem!

Rickman fazendo a dublagem do filme.

PS. Veja se você reconhece o lindo Richard Armitage, que esteve no Brasil para promover O Hobbit, como o Rei Oleron. Quase me passou desapercebido…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *