fbpx

Adeus, Bob Hoskins!

Ele era feio, baixinho e gorducho. Mas tinha um talento incrível, especialmente quando fazia homens durões com um lado doce. Confesso que só reparei em Bob Hoskins quando o vi em Mona Lisa. Este foi o filme que lhe deu sua única indicação para o Oscar e vários outros prêmios. Mas antes disso, ele já havia feito ótimas participações em filmes importante como Pink Floyd the Wall (o agente)  O Cônsul Honorário, Brazil – o Filme e Cotton Club. Por esses , entre outros, ele também será lembrado. Ele anunciou seu afastamento do cinema em 2011 por causa do Mal de Parkinson. E hoje veio a notícia que Bob Hoskins faleceu ontem (29 de abril) vítima de pneumonia, aos 71 anos.

Após o sucesso de Mona Lisa, Bob teve uma época muito bem-sucedida de sua carreira.Começando por Uma Cilada para Roger Rabbit, enorme sucesso de bilheteria. Um filme delicioso que trazia Bob contracenando com desenhos animados. E convenhamos isso não é fácil. E ele fez mais um de seu durões com coração de ouro com brilhantismo, Tente não rir e mesmo se emocionar com as cenas entre ele e Roger…

Um outro momento favorito que tenho com o ator é em Minha Mãe é uma Sereia. Ele é Lou Landsky, aquele que finalmente consegue por ordem na vida amorosa da Senhora Flax, personagem de Cher, que tem um estilo pouco convencional ao lado das duas filhas (Winona Ryder e Christina Ricci, muito meninas) em meados dos anos 60. Além de divertido, o filme tem para mim uma importância especial pois o lancei em vídeo. Na época, chegamos a andar com uma sereia em cima de um carro conversível pela cidade de São Paulo para divulgar o filme. Tempos divertidos…

Vieram ainda O Favor,o Relógio e um Peixe muito Grande e Hook – A Volta do capitão Gancho (em que ele era um divertido marujo do capitão Dustin Hoffman). Mas aí veio aquele que Hoskins julgava seu pior filme: Super Mario Bros, onde ele entrou substituindo Danny De Vito, que sabiamente largou o projeto. O  filme baseado no famoso game era um desastre . Em uma entrevista recente , Hoskins declarou; “Toda a experiência foi um pesadelo. Uma dupla de marido e mulher dirigiu e a arrogância deles havia sido confundida com talento. Depois de várias semanas, o próprio agente deles os mandou sair do set. Um pesadelo!!”

Depois disso, ele fez algumas boas participações em vários filmes mas os papéis realmente desafiadores começaram a rarear. Nikita Krushchev no popular filme de guerra Círculo de Fogo foi uma boa exceção. Aliás, é engraçado perceber que Hoskins fez quatro líderes da segunda Guerra em filmes diferentes . Além de Krushchev, ele foi Churchill no telefilme World War 2: When the Lions Roar, Mussolini em Mussolini and I e Lavrenti Beria, chefe da polícia secreta de Stalin em O Círculo do Poder.

Seu último filme foi Branca de Neve e o Caçador como um dos anões. Uma participação entristecida, como se realmente fosse uma despedida. Em sua última entrevista, datada de agosto de 2012, ele disse: “Meu maior prazer na vida é um dia sem absolutamente compromisso algum, sem nada para fazer. Isso quer dizer que posso ler um livro, ouvir rádio e fazer tudo exatamente como desejar. Se você vai fazer um filme direito, você tem que se doar completamente a isso. Minha agenda está livre agora, completamente livre. É o jeito que eu gosto. Eu só faço o que quero fazer.”

E para quem o admirou, fica a terna lembrança de um grande ator!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *