fbpx

A maldição de Slender Man chegou aqui!

Slender Man: Pesadelo sem Rosto é mais um daqueles filmes de terror de baixo orçamento, sem elenco conhecido, estrelado por adolescentes. Esse tipo de filme já se tornou praticamente um gênero, que normalmente a crítica não gosta. Eu confesso que gosto de ver todos eles. E, como em todo o gênero, uns são bons outros não. Antes de assistir Slender Man, já tinha ouvido tantas críticas péssimas que fui ver na sessão para a imprensa com um pé atrás. Mas não achei ruim, não. Dentro de sua proposta, ele dá alguns sustinhos, os efeitos são razoáveis, Joey King (de A Barraca do Beijo) é sempre ótima. Mas é claro, as outras atrizes são bem fraquinhas , e há o grande problema, equivalente a um elefante na sala, que é a origem do filme.

@Divulgação

Para quem não sabe, é um personagem que se originou como um meme da internet criado pelo usuário Eric Knudsen (ou Victor Surge) no fórum de discussão Something Awful em 2009. Ele é um perseguidor ou sequestrador de pessoas, principalmente de crianças, com uma forma assustadora e sobrenatural. O problema é que muitos juram já ter visto aparições desse ser misterioso e mortal. A coisa é levada tão a sério em alguns lugares que até mesmo crimes já foram cometidos por causa dele. Em 2014, no estado americano de Wisconsin,  no Estados Unidos, ficou famosa a história de duas adolescentes  que esfaquearam uma colega de escola por acreditarem que o Slender Man mataria suas famílias caso elas não fizessem aquilo. Diz a lenda que o estúdio estava até com medo de lançar o filme devido a julgamentos que ainda estavam em andamento e a publicidade negativa. Tanto que o filme foi quase um lançamento secreto por lá.

@Divulgação

Aqui, no filme Slender Man: Pesadelo sem Rosto, tudo começa quando um grupo de quatro amigas resolve assistir um vídeo na internet que invoca a figura do Slender Man depois que os garotos disseram que iriam fazer a mesma coisa. A brincadeira parece divertida até o momento em que elas assistem ao vídeo, e ele é assustador. Só que quando uma delas desaparece misteriosamente, a coisa se torna aterrorizante para as envolvidas.

 

O princípio do filme é similar a vários que você já viu, especialmente O Chamado, onde um ser sobrenatural aparece para matar as pessoas que assistiram a um determinado vídeo. Aquele filme era obviamente superior (Samara saindo do poço é terrivelmente inesquecível). Mas Slender Man está longe de ser o pior dos filmes do gênero. Ou seja, se você é fã, pode até gostar de alguns momentos.

Curiosidade: a atriz principal, Julia Goldani Telles, que faz Hallie, é filha de mãe brasileira, e também esteve na série The Affair.

@Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *