fbpx
Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cinema

A chegada da Capitã Marvel

O filme da Capitã Marvel, que era muito esperado por todos, estreia essa semana nos cinemas. A grande expectativa se deve ao fato que é a primeira vez que a Marvel tem uma super-heroína, sendo o ponto central do filme. Também porque explica como essa personagem será chave no desenvolvimento de Vingadores: Ultimato, que estreia em abril. Diz a lenda que ela será a grande arma contra Thanos, e responsável por levar o Universo Marvel de cinema para frente. Dessa forma, é um momento importante para os fãs. Mas, será que o filme corresponde?

A história

A resposta, do meu ponto de vista, é mais ou menos. O filme é uma história de origem, contando como a terráquea Carol Danvers, se transformou em Vers, uma habitante importante do planeta Kree. Ela faz parte de uma força de defesa chefiada por Yon-Rogg (Jude Law), e luta contra uma outra raça, os Skrulls. Por causa de uma dessas batalhas, ela acaba caindo na Terra, e velhas memórias, que incluem a figura de uma mulher mais velha (Annette Bening), começam a assombrá-la. Ela não sabe o significado dessas visões, mas começa a investigar.  É nesse momento que seu caminho se cruza com o de Nick Fury (Samuel L. Jackson). E também é assim que ela abre caminho para se tornar parte dos Vingadores.

O filme se passa durante os anos 90. E quem viveu aquela época terá um prazer a mais de acompanhar várias referências àquela época. Isso inclui músicas, moda, Blockbuster, O Silêncio dos Inocentes. Também uma atração a mais é Samuel L. Jackson. Ele tem aqui seu melhor momento de todos os filmes da Marvel. É um Nick Fury mais divertido e tranquilo (dentro do possível). E com o melhor efeito especial do filme, o rejuvenescimento físico.

A opinião

Dito isso, Capitã Marvel pode ser considerado um filme médio. Ao contrário de Mulher Maravilha, que revolucionou os filmes  de super-herói, depois de apresentar uma protagonista  feminina. Isso mesmo considerando seu defeito principal – o grande herói do filme é Steve Trevor.  Capitã Marvel não é um divisor de águas dentro de seu universo. O início, até o momento em que a Capitã cai na Terra é lento e chato. Mesmo com cenas que lembram demais Star Wars e Star Trek. O meio é interessante, especialmente com as descobertas da personagem, e até uma reviravolta inesperada. Isso sem contar a homenagem a O Exterminador do Futuro. Já a parte final, com a batalha contra o vilão, é um tanto sem graça. Diz a lenda que quando o vilão é fraco, o filme tem um problema. É o caso aqui.

O humor, tão presente nos heróis da Marvel, praticamente não aparece na heroína. Sim, ok, ela é um soldado, que está à procura de sua identidade. E isso é uma situação difícil. Mas, a constante seriedade de Brie Larson é um tanto irritante. Ainda bem que há a contrapartida de Samuel L. Jackson. Ou seja, não creio que as meninas pequenas se identificarão tanto com ela, como aconteceu no passado recente com a Mulher-Maravilha.

As referências

Mas o filme têm várias referências ao Universo, que lhe dão um certo charme. Desde personagens conhecidos como Ronan (de Guardiões da Galáxia) e o querido agente Coulson, até as duas cenas pós-crédito, que posicionam a história dentro da situação pós-Thanos (e uma é incrível). E, é claro, há duas homenagens a Stan Lee. A primeira é bem no início, e me emocionou de cara. Então não chegue atrasado. E, como sempre, fica o aviso: não saia antes do final de todos os créditos.

O certo é que o universo Marvel é tão bem concebido do ponto de vista de marketing e estrutura, que mesmo com seus defeitos, Capitã Marvel será um sucesso. E vai abrir a porta para um grande spinoff, que, com certeza, deixará todos nós de boca aberta.

Fotos de divulgação

 

1 Comentário

1 Comentário

  1. Rocolor

    29 de março de 2019 às 3:53 am

    Gostei de como fez uma analise do filme e como você abordou seu ponto de vista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimas Notícias

Streaming

O povo americano tem o seu dia da independência como uma das datas mais celebradas do ano. É quando soltam fogos, se reúnem para...

Streaming

O gênero da comédia romântica tem uma linguagem universal. Mas, é claro, que foi Hollywood que criou o esqueleto principal dessas histórias que envolvem...

Gossip

Ricky Martin sempre me passou a imagem de um cara gente boa, esforçado e bem-humorado. Cheguei a vê-lo na Broadway fazendo Che Guevara numa...

Streaming

No sábado, a internet em casa ficou meio capenga então resolvi dar uma olhadinha em dois filmes da Amazon Prime que eu tinha baixado...

Streaming

Carnival Row estreou há uns três anos na Amazon Prime. Era uma daquelas séries que eu sempre pensava em começar a ver, mas acabava...

Você também pode gostar de ler

Streaming

Não poderiam haver duas séries mais diferentes. Mas vida de quem escreve sobre cinema é assim mesmo. E eu gostei muito de A Escada...

Streaming

Mal a gente acabou de ver Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, e já tem um monte de outras novidades da marvel chegando por...

Cinema

Eu adoro ver que Rita Moreno, do alto de seus 90 anos, continua com grande energia para o trabalho. Ela fez uma participação fantástica...

Streaming

Quando assisti o primeiro episódio de Cavaleiro da Lua, achei que a série tinha tudo para chegar no nível de excelência de WandaVision. Esta...

Streaming

Tem novo filme da Marvel chegando. Nessa quinta tem Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, que traz de volta o Doutor  e Wanda Maximoff...

Cinema

Depois do enorme sucesso de Homem- Aranha: Sem Volta para Casa, todo mundo ficou curioso para ver como seria o filme seguinte da Marvel....

Streaming

Eu confesso que não gosto dos filmes de Venom. Primeiro porque acho Tom Hardy um ator exageradíssimo. E os filmes também  não funcionam, sob...

Cinema

Vin Diesel parece que está determinado a fazer de Velozes e Furiosos 10 como um grande acontecimento. Em tese, este será o último filme...