fbpx

Liam Neeson como um Homem de Preto?

23 de maio de 2018

A energia de Liam Neeson para filmar rivaliza a de qualquer um (com a possível exceção de Dwayne Johnson. Rs!). De acordo com o site IMDB, ele tem cinco filmes para estrear nos próximos dois anos, sem contar a narração de um documentário sobre o Papa. E às vésperas de completar 66 anos (seu aniversário

MIB: Homens de Preto 20 anos depois

2 de julho de 2017

Hoje (2) faz 20 anos que MIB: Homens de Preto estreou nos Estados Unidos. O filme foi baseado na série de histórias em quadrinhos de Lowell Cunningham, publicada originalmente pela Aircel Comics (posteriormente comprada pela Malibu Comics, pertencente à Marvel Comics). Estrelado por Will Smith e Tommy Lee Jones, foi um enorme sucesso em 1997, quando foi lançado

A saga de Jason Bourne

28 de julho de 2016

No último domingo, eu revi os três filmes anteriores de Matt Damon como Jason Bourne: A Identidade Bourne (2002), A Supremacia Bourne (2004) e O Ultimato Bourne (2007). Apesar de obviamente bem dirigidos, nenhum deles consegue me empolgar, apesar de achar que A Identidade… ainda é o melhor de todos (é o único dirigido por

Vem aí o segundo Assassino a Preço Fixo

9 de julho de 2016

Em 2011, foi lançado Assassino a Preço Fixo, que era uma refilmagem de um filme de 1972, com Charles Bronson. Foi mais um dos bons resultados no cinema de Jason Statham, que tinha vindo de sucessos como Corrida Mortal, as franquias Adrenalina e Carga Explosiva, e Os Mercenários. Agora depois de outros sucessos como A

A volta de Matt Damon como Jason Bourne

21 de abril de 2016

As três aventuras de Jason Bourne estreladas por Matt Damon como Jason Bourne renderam mais de 1.2 bilhão de dólares em todo o mundo. Mas aparentemente, ele e o diretor Paul Greengrass acharam num determinado momento que três era demais e não participaram da aventura de 2012 – O Legado Bourne. Estrelada por Jeremy Renner

O triste mas bonito Dívida de Honra vale uma sessão de cinema

20 de março de 2015

Tommy Lee Jones tem uma personalidade que normalmente se reflete em todos os seus papéis no cinema. Ele é sempre aquele personagem mal-humorado, ríspido, invocado. Mas que no final tem um coração de ouro (pelo menos os personagens são assim. Ele, já não sei…). Agora, volta a repetir-se em Dívida de Honra, que estreou este