fbpx

A volta de Fear the Walking Dead

Sim, é claro que a gente sabe que Fear the Walking Dead ainda tem que caminhar muito para chegar ao nível da série-mãe, The Walking Dead. Mas de qualquer maneira, apesar dos personagens com pouca empatia, a série é obrigatório para fãs de zumbis. A sua terceira temporada chega amanhã (4) ao canal AMC, que inclusive terá seu sinal aberto a todos os assinantes da operadora Sky , que poderão assistir os três primeiros episódios.  Os dois primeiros serão exibidos às 22h, simultaneamente com os Estados Unidos.  Nessa temporada, a série terá oito episódios, que serão exibidos ao longo de seis semanas. O primeiro e o último, que irá ao ar em 9 de julho, terão duas horas de duração.

Resultado de imagem para fear the walking dead what to expect from season 3

Fear já foi inclusive renovada para sua quarta temporada no último mês de abril, mesmo que a segunda temporada tenha tido uma significativa queda de audiência.  Agora,  ela retorna no momento em que as famílias se reencontraram na violenta fronteira entre os Estados Unidos e o México, e os nossos personagens precisarão tentar reconstruir não só a sociedade, mas também suas relações. Madison se reconectou com Travis, mas Alicia está arrasada depois do assassinato de Andres. Nick se encontra a poucos quilômetros de sua mãe e, após se tornar líder de um grupo com Luciana, os dois escaparam da morte por pouco após cruzar com milícias americanas. Agora, ela levou um tiro e ele já não se sente mais imortal. Em recuperação emocional e física, Strand está focado em se aproveitar da moeda do novo mundo. O cativeiro de Ofélia testará a sua capacidade de sobrevivência e de domar a selvageria de seu pai.

Resultado de imagem para fear the walking dead what to expect from season 3

Entre as novidades dessa terceira temporada estão a chegada de novos nomes para o elenco: Dayton Callie (Son’s of Anarchy), Daniel Sharman (The Originals) e Sam Underwood (The Following), serão a família Otto, os fundadores de uma organização apocalíptica que se preparou para a queda da democracia, mas não esperava a dominação dos mortos. Já Lisandra Tena , de Chicago P.D. chega para ser Lola Guerrero.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *