fbpx

A despedida de Miguel Ferrer de NCIS: Los Angeles

Em janeiro último, quando foi anunciado que Miguel Ferrer havia morrido em decorrência de um câncer, foi motivo de tristeza para todos os seus fãs. Miguel era parte da realeza de Hollywood, já que era filho do vencedor do Oscar, José Ferrer, e da cantora e atriz Rosemary Clooney. Além disso, era primo e amigo de George Clooney, que na ocasião escreveu um belo comunicado ressaltando a falta que Miguel iria fazer. Pouco antes de morrer, ele fazia parte do elenco regular de NCIS: Los Angeles. Amanhã, dia 24 (sábado), às 22h25, o canal A&E vai apresentar o 16º episódio da oitava temporada da série, que tem o título de Velhos Truques, e conta com a última com a participação do ator Miguel Ferrer. Ele fazia a Owen Granger, diretor assistente da equipe, que tinha um passado misterioso.

Nele, a equipe da NCIS tem de capturar um casal de golpistas, Ginger (Debra Jo Rupp) and Edward O’Boyle, (Martin Mull ), que ganha a vida enganando idosos em casas de repouso. Enquanto isso, Callen (Chris O’Donnell) deve lidar com as atividades ilegais de seu pai, que estão colocando em perigo toda a sua família. A despedida, foi obviamente sem o ator, mas os produtores tiveram uma brilhante ideia, com um bilhete deixado por Owen Granger para Hetty (Linda Hunt) seguido da música Knocking on Heaven’s Door durante os créditos, onde pode-se ler “ em memória de nosso amigo e força e bondade irá inspirar a todos nós para sempre”!

Imagem relacionada

Em quase 40 anos de carreira como ator, Gabriel fez mais de 100 trabalhos no cinema com filmes como Robocop – O Policial do Futuro, Homem de Ferro 3, Traffic: Ninguém Sai Limpo, Sob o Domínio do Mal. Apesar de já conhecê-lo desde bem antes, virei fã com a série Crossing Jordan na TV, mas ele também esteve em Desperate Housewives, Contos da Cripta, Shannon’s Deal e, é claro, Twin Peaks. Ele conseguiu ainda reprisar seu papel do Agente do FBI, Albert Rosenfeld em três episódios da nova Twin Peaks, que está sendo disponibilizada pela Netflix. Com uma voz forte e poderosa, dublou diversos filmes es desenhos como Mulan, Rio 2, e Perdido pra Cachorro. Também era músico, mais especificamente baterista, em sua própria banda, a The Jenerators. A versão de Knockin on Heaven’s Door, de Bob Dylan, com o próprio Ferrer no vocal, foi a usada nesse último episódio do ator . Mais uma bela e merecida homenagem.

Resultado de imagem para miguel ferrer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *