Cinco anos sem Cory Monteith!

É estranho pensar  como a morte de uma pessoa que você nunca conheceu pessoalmente pode afetar você de maneira tão definitiva. Mas acho que todo mundo tem alguém assim, cantor ou ator, de quem você se recorda, parecendo que perdeu alguém da família. tenho um amigo que diz se sentir assim com relação a Heath Ledger, outra com relação a Whitney Houston. No meu caso, me sinto assim com relação a Cory Monteith. Vi Cory ao vivo uma única vez, numa entrega do Teen Choice Awards. E como gostava tanto dele, fiquei tímida de chegar, pedir uma foto, dizer olá. Não me perdoo até hoje por isso. Hoje, 13 de julho, faz 5 anos que Cory se foi, e seus fãs não conseguem esquecer. Vi hoje vários tweets sobre ele, com a hashtag #5yearswithoutCory. Ninguém consegue também entender ou se conformar.

Lea Michele postou hoje em suas redes sociais uma homenagem a ele. A legenda era ” há alguns que trazem um luz tão grande para o mundo, que mesmo depois que eles se vão, a luz permanece”. Lindo!

Pensei também em aproveitar o momento para fazer uma pequena homenagem a Cory, com meus dez momentos preferidos dele em Glee. É tão bom relembrar!

É claro que tenho que colocar Don’t Stop Believing, primeira canção do clube do coral. E a música foi escolhida por ele, Finn Hudson (Cory), o quarterback  super popular que se juntou a um grupo que fez história. E desde então, a gente nunca deixou de acreditar!

Outra música que eu adoro. Observando essa interpretação, você pode ver como ele estava adorando cantar essa música. E o sorriso no final?

Meu solo preferido de Cory. Foi na época em que Rachel (Lea Michele) estava namorando com Jessie (Jonathan Groff), mas Finn finalmente percebeu que realmente gostava dela (demorou né?).

“Será que algum dia vamos parar de fingir? Será que um dia termos um final feliz?”. Como não amar esse número?

Que pedido de casamento! Poderia ser mais lindo? Preste atenção na reação dele quando ela diz sim. Cory era um ator maravilhoso!

A série até brincava com o fato que Finn não sabia dançar. E veja esse número. Ele não é o melhor “pior dançarino” que você já viu? Ganharam até o campeonato nacional…

Adoro esses filmes e séries sobre formatura, e principalmente as cenas do baile onde tudo dá certo (isso não inclui Carrie, claro!). E que lindo momento para Rachel e Finn, com uma linda declaração de amor, e a certeza de que tudo seria possível.

Como fã de Glee e de Grease,  foi impossível não amar e me emocionar com este número. Eles não eram mais os protagonistas da peça, mas a imaginação do que poderia ter sido estava presente. #Adoro!

Esse foi o último dueto de Finn e Rachel. Eu já adorava essa música antiga, que era cantada por Kenny Rogers e Sheena Easton. Mas depois de Glee, é impossível pensar em qualquer outra interpretação. Afinal, é aquela em que Finchel viraram “endgame”. Pena que não!

A última aparição de Finn aconteceu num sonho. Rachel vai fazer uma audição para um papel na Broadway e imagina seus amigos – e seu amor – ao seu lado, cantando novamente Don’t Stop Believing. Impossível rever e não se emocionar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *