fbpx

A homenagem de Hollywood a Bradley Cooper

Será que esse é o ano de Bradley Cooper? Bem provável! Com o reconhecimento do prêmio do National Board of Review como melhor diretor por Nasce uma Estrela, ele recebeu mais uma homenagem na noite passada em Hollywood. Foi o prêmio da American Cinematheque, entregue todos os anos a “um extraordinário artista da indústria de entretenimento, totalmente comprometido com seu trabalho, e também a fazer uma contribuição significativa para a arte do cinema”. O prêmio existe desde 1986, e já foi entregue para gente como Amy Adams (2017), Robert Downey Jr. (2011) e George Clooney (2006), entre outros. E no caso de Bradley, que vive seu momento de triunfo com Nasce uma Estrela, Hollywood estava lá em peso, inclusive seus co-astros no filme, Lady Gaga e Sam Elliott.

O elenco de Nasce uma Estrela

Sam, Bradley e Lady Gaga – Foto Getty

Aliás, o discurso de Lady Gaga foi muito emocionante. Em várias ocasiões, ela já agradeceu publicamente a Bradley pela chance e pela direção. Os dois obviamente ficaram amigos. Ela, inclusive chorou enquanto falava sobre ele no palco.

Lady Gaga – Foto Getty

“Quando fazemos essas entrevistas e aparições juntos, algumas vezes você me chama de Gaga, mas ambos sabemos que você me chama de Stefani. Eu fugi de Stefani por muito tempo, coloquei uma capa de super-herói e me chamei de Lady Gaga. Ele me desafiou a entrar fundo num lugar que eu tinha que vê-la novamente. Onde tinha que ser Stefani novamente. Sou tão agradecida a você, não só por ter me feito uma atriz melhor. Mas também porque além de chamá-lo de profissional, eu também posso chamá-lo de amigo.  Chorar e ser eu mesma, e você nunca, nunca, me julga e sempre me respeita como profissional. Obrigada por isso.”

“Há somente um ser humano no planeta que me lembra você, Tony Bennett. E para mim, esse homem é uma lenda. Eu nunca ninguém trabalhar tão duro como você nesse filme. Você trabalhou por anos nele . Todos vocês tiveram o privilégio de assisti-lo, mas gostaria que tivessem tido o privilégio que eu tive.”

Jennifer Garner, que o conheceu no início da carreira, quando trabalharam juntos na série Alias, ficou amiga de Bradley desde então. “Bradley, o que está acontecendo com você agora é pura felicidade para aqueles que o conhecem, especialmente para os que o conhecem desde o início.”

Jennifer Garner – Foto AP

Quem mais estava lá?

Zach Galifianakis e Ed Helms, que fizeram os três filmes de Se Beber, não Case, estiveram lá também e fizeram várias piadas, especialmente com a voz irreconhecível dele em Nasce uma Estrela. Mas também teve um momento emocionante, quando Zach disse a razão pela qual os dois ficaram amigos. “Bradley Cooper sempre fala sobre seus pais, e você não ouve isso muito neste negócio.” A menção a seus pais fez Bradley chorar.

Zack e Ed – Foto Getty Images

Foram vários outros tributos ao trabalho de Bradley. David O. Russell, que o dirigiu em O Lado Bom da Vida e Trapaça, seu amigo, o diretor de As Palavras, Brian Klugman, sua co-estrela na peça O Homem Elefante, Patricia Clarkson, e Vince Vaughan (Penetras Bom de Bico). Isso sem contar a viúva de Chris Kyle, que Bradley personificou em Sniper Americano.

Bradley e David O. Russell – Getty Images

O discurso de Bradley Cooper

O prêmio foi entregue por Sean Penn. Em seu discurso, Bradley falou: “Esta noite vocês me deram mais inspiração para continuar a contar histórias. E mais importante do que isso, me lembra a fazer qualquer coisa para ajudar um jovem sonhador a seguir o seu sonho e fazer parte dessa comunidade.”

Sean e Bradley – Getty Images

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *