fbpx

Os cinco vestidos inesquecíveis do Oscar

Difícil dizer qual o vestido mais lindo do Oscar de todos os tempos. Até porque nos primeiros anos, a festa era mais uma reunião entre amigos. Na época da guerra, por exemplo, a Academia pedia que as estrelas não ostentassem, vestindo jóias e vestidos caros. Já as décadas de 70 e 80 foram um horror. Então , os vestidos listados aqui como os mais inesquecíveis para mim são de festas recentes. São aqueles que ficaram na minha mente, mesmo depois de tantos anos. E quando digo inesquecíveis é pensando no positivo. O negativo fica para outra oportunidade…

Nicole Kidman,  de Dior em 1997

Naquela época , ela não era muito mais do que a esposa de Tom Cruise. Com a ajuda do então recém-empossado John Galliano, Nicole escolheu uma cor diferente, num corpo simplesmente incrível e teve seu primeiro grande momento de estrela. Vestido, maquiagem, cabelo. Tudo era perfeito!

Cate Blanchett, de John Galliano em 1999

Era a primeira vez que a víamos numa cerimônia do Oscar. Ela concorria a melhor atriz com a inesquecível atuação em Elizabeth (e perdeu para Gwyneth Palthrow, pois é…). E foi ousada e divertida com esse modelo de John Galliano que abusava das transparências e mostrava  seu belo corpo. Desde então , se tornou um ícone fashion e é aquela por quem esperamos todos anos para incluir na lista das mais elegantes.

Anne Hathaway, de Armani Privé em 2009

Anne também sabe ser extremamente elegante apesar de as vezes errar como o vestido rosa nude do ano passado. Ela parecia uma princesa com esse modelo Armani brilhante. E para completar, repare na clutch Roger Vivier. O máximo!

ah-oscars-2009

Angelina Jolie, de Elie Saab em 2009

Todo mundo sabe que Angelina Jolie adora um pretinho para as festas do Oscar (lembram-se da última aparição dela com a perna saindo para fora do vestido?). Mas neste ano de 2009, ela se superou. Não somente pelo belo vestido mas pela combinação com as jóias de esmeralda e o cabelo e maquiagem elegantíssimos. Como será que ela irá este ano?

Gwyneth Paltrow, de Tom Ford em 2012

Não estávamos acostumados com capas no tapete vermelho. De repente, Gwyneth aparece com este vestido simples e maravilhoso com uma capa também branca, que o complementava perfeitamente. As jóias, só nas mãos. Irretocável!

 

Existem 1 comentários

  1. Não seria exagero nenhum dizer que a pior burrada da academia foi dar aquele Oscar para Paltrow. Se não queriam premiar dois estrangeiros de vez (Roberto Benigni e Fernanda Montenegro), então davam para Cate Blacnhett. Nova e desconhecida demais? Então, a querida e sempre ótima Meryl Streep ou até Emily Watson, outra que sempre acerta. Qualquer uma, menos o belo, mas vazio picolé de xuxu que é Paltrow. Uma lástima que esse estúdio Weinstein Company enfie essas “modinhas” no Oscar goela à baixo.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *