fbpx

Liam Neeson conta uma história sobre a separação de Woody Allen

Hoje, por mais que pareça improvável, Liam Neeson é um astro de filmes de ação aos 62 anos. Mas houve uma época que ele fazia grandes papéis dramáticos. Fez Os Miseráveis, A Lista de Schindler (pelo qual concorreu ao Oscar), Michael Collins – O Preço da Liberdade, Nell e também Maridos e Esposas, dirigido por Woody Allen. Agora, numa entrevista a revista GQ americana, Liam contou uma história que aconteceu no momento em que ele rodava o filme e que envolve a separação do diretor.

” Foi uma boa experiência. Mas houve um incidente. Há uma cena em que eu estou “caindo de boca” em cima de Judy Davis, certo? Judy e eu estamos na cama – obviamente cobertos – e enquanto eu vou descendo, Judy está tendo esse monólogo em sua cabeça. Toda a a equipe está esperando, nós estamos esperando por Woody para rodar. E nada! Estava começando a ficar desconfortável – afinal era uma cena de cama. Então ele apareceu depois de 20 minutos e disse, ‘Ok, a câmera começa em Judy. Liam, quero ver somente o topo de sua cabeça. Ok, você sabem onde estão indo…’ E não houve uma desculpa; nada. Aconteceu o seguinte: o advogado dele tinha acabado de ligar dizendo que Mia Farrow tinha descoberto as fotos nuas de sua filha adotiva.”

Para que todos se recordem, foi durante esse filme que Mia descobriu que Woody tinha um caso com a filha adotiva dela, Soon-Yi. A separação dos dois foi envolvida em escândalo que culminou com Mia acusando Woody de também ter molestado a filha menor adotiva dos dois, Dylan. Nada foi provado contra o diretor.

Woody Allen dirige Liam Neeson em Maridos e Esposas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *