fbpx

Um filme sobre a Mulher Maravilha para surpreender

Eu sou fã da Mulher Maravilha desde pequena, quando assistia a série estrelada por Lynda Carter e ainda os desenhos da Liga da Justiça. Mas nunca poderia imaginar o que estaria por trás da criação dessa personagem tão especial, e que hoje voltou a ter grande influência junto às meninas de todas as idades depois do sucesso do filme estrelado por Gal Gadot. Mostrar qual foi o princípio por trás de sua criação é a ideia central de Professor Marston e as Mulheres-Maravilhas, que estreou hoje nos cinemas. Então, prepare-se para se surpreender.

Resultado de imagem para professor marston and the wonder women

William Marston, vivido aqui por Luke Evans, e sua mulher Elizabeth (Rebecca Hall), formam um casal a frente do seus tempo. Ele é um professor e Elizabeth trabalha com ele, ao mesmo tempo infeliz porque ela também não podia ser reconhecida como mestre por ser mulher. Em um de seus estudos, o casal resolve arrumar uma assistente. Olive Byrne (Bella Heathcote) é linda e inteligente. O trio logo se torna inseparável, vivendo totalmente imerso no conceito do poliamor , o que obviamente vai levar à sérias consequências. Mas, convivendo com essas duas mulheres,  Marston irá ter a inspiração para criar um dos mais icônicos personagens dos quadrinhos, a Mulher Maravilha.

Antes de qualquer coisa, é preciso deixar claro que o filme não é para fãs de quadrinhos – sejam eles defensores de Marvel ou DC. Não é uma super-produção, não tem explosões, nem super-poderes. Esta é uma biografia, um filme de época, que conta a história de três pessoas que se amavam, e como essa relação acabou levando à criação da Mulher Maravilha.

Resultado de imagem para professor marston and the wonder women

Professor Marston e as Mulheres-Maravilhas é sexy – algumas cenas dos três são fortes -, mas na verdade, ele é um romance bonito sobre como essas pessoas resolveram enfrentar a sociedade para seguir em frente vivendo o seus amor especial. A neta de Marston foi contra o filme e chegou a iniciar uma campanha para destruí-lo. Na verdade, o roteiro é um conto de ficção que se baseia em uma história real. Sim , o triângulo existiu, e a criação de Mulher Maravilha teve vários princípios inspirados no sadomasoquismo, tanto que enfrentou vários problemas com a censura numa determinada época.

Resultado de imagem para professor marston and the wonder women

No final, é um belo filme. Os atores estão bem, apesar de que eu sempre acho que Rebecca Hall é muito chata em qualquer papel que faça. Uma coisa é certa, é o filme certo para estar disponível para aquelas pessoas que nem querem pensar em assistir Star Wars. Sim, porque, por incrível que pareça, elas existem.

Resultado de imagem para professor marston and the wonder women

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *