fbpx

Um filmaço com Meryl, Tom e Spielberg chega aos cinemas!

No primeiro momento em que foi anunciado que Steven Spielberg, Meryl Streep e Tom Hanks iriam se juntar para um filme, todo o mundo ficou na expectativa. Afinal, são três dos mais respeitados e premiados profissionais de cinema. O resultado, The Post: A Guerra Secreta, chega amanhã (25) aos cinemas. E é um filmão!

Ele conta a história de um famoso episódio que aconteceu nos anos 70 nos Estados Unidos. Documentos censurados são roubados por Daniel Ellsberg (Matthew Rhys). Eles comprovavam o conhecimento de vários presidentes da república sobre a impossibilidade de se ganhar a guerra do Vietnã, além de vários outros confrontos na Ásia. Mas, que mesmo assim, continuavam a enviar soldados mesmo assim, para não reconhecer a derrota. Esses papéis acabam nas mãos dos jornalistas do New York Times e do The Washington Post. Mas enquanto o Times tem que enfrentar o governo nos tribunais, o Post, enfrentava outros problemas. A dona do jornal, criada para ser uma “dondoca”, Katherine Graham (Streep), enfrenta ainda problemas financeiros e de poder, depois que assume a direção do jornal. Ao seu lado, entretanto, ela tem seu editor, Ben Bradlee (Hanks), sempre em busca da verdade e respeitando as raízes do jornalismo. Decidir se vai publicar o material, e assim comprar uma briga com o presidente Nixon, ou não, conforme querem os investidores, será uma atitude que fará Katherine entrar para a história. O lado da história de Daniel Ellsberg já havia sido filmado em 2003, no filme Segredos do Pentágono, com James Spader, lançado em vídeo no Brasil.

O filme tem um óbvio apelo para todos os jornalistas que existem por aí, para todos aqueles que odeiam esse mundo cheio de Fake News. Mostra pessoas que respeitam a notícia, que respeitam o leitor,  e que, como eu, por exemplo, aprendeu que era o correto quando fez o curso de jornalismo na faculdade. Também mostra a fundo essa mulher incrível de quem apenas havia ouvido falar, Katherine Graham. Alguém criada no passado, mas que soube como ninguém assumir seu lugar para definir o futuro. Não sou grande fã de Meryl Streep, mas tenho que admitir que ela faz um trabalho primoroso, mostrando essa mulher que parece frágil, mas que quando é necessário, sabe dizer que aquela é a hora dela falar.

Resultado de imagem para the post movie

O resto do elenco é um primor. Tracy Letts, Bradley Whithford, Matthew Rhys, Alison Brie. Todos perfeitos.  O filme ganhou o prêmio de melhor filme do National Board of Review, e foi considerado o filme do ano pelo American Film Institute. No Oscar, conseguiu apenas indicações de filme e atriz para Meryl. Injusto, merecia mais!

Resultado de imagem para the post movie

Steven Spielberg não faz um filme inovador, mas sim um que prima por seu conteúdo, especialmente nos dias atuais. Acompanhar hoje a jornada de Ben  Bradley ( um Tom Hanks injustamente esquecido nas indicações para o Oscar), seus jornalistas,  entre eles o Better Call Saul, Bob Odenkirk, e principalmente de Katherine, inspira  e nos faz sonhar com tempos mais românticos do jornalismo, sem celular, com deadline, e em busca da verdade.

Resultado de imagem para the post movie

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *