fbpx

Shailene Woodley se aventura no cinema independente em Pássaro Branco na Nevasca

Pássaro Branco na Nevasca é um filme que Shailene Woodley fez logo depois que a série A Vida Secreta de uma Adolescente Americana terminou em 2013. Aqui ela ainda está com cabelos compridos e mais cara de menina. Eu já tinha falado sobre a produção aqui no Blog de Hollywood no ano passado quando começaram os comentários sobre as “cenas quentes”.

 http://www.blogdehollywood.com.br/cinema/cenas-quentes-no-novo-filme-de-shailene-woodley/.

Mesmo tendo ficado engavetado durante muito tempo e não ter feito sucesso quando estreou nos Estados Unidos, chegou agora nos cinemas do Brasil. Aqui, com certeza, o fãs da atriz vão dar uma” forcinha”. O Edu Fernandes assistiu. Dê uma olhadinha o que ele achou:

Shailene Woodley se aventura no cinema independente em Pássaro Branco na Nevasca

Para construir uma carreira relevante, atores precisam mesclar trabalhos em grandes produções que dão visibilidade com apostas em projetos menores que oferecem credibilidade. É o que fez Shailene Woodley (A Série Divergente: Insurgente) em Pássaro Branco na Nevasca.
A atriz vive a estudante Kat, cuja família é abandonada pela mãe (Eva Green, de Sin City: A Dama Fatal), uma mulher desequilibrada. Por causa da distância que havia entre as duas, Kat não sente falta. Seus maiores conflitos são com o namorado (Shiloh Fernandez, de A Morte do Demônio), que parece desinteressado no relacionamento.


Pássaro Branco na Nevasca é uma escolha ousada e acertada na carreira de Shailene, que corria o risco de ficar marcada em filmes juvenis. No longa, a atriz tem algumas cenas mais quentes e questões mais elaboradas para sua personagem, momentos que demandam do seu talento.
O filme narra sua história fora da ordem cronológica, o que mantém o espectador atento. Assim, abre-se espaço para afetações visuais bem-vindas, que representam os sonhos da protagonista.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *